Nova esperança para pacientes de diabetes

Nova esperança para pacientes de diabetes

Atualizado: Quinta-feira, 15 Setembro de 2011 as 1:41

Pesquisadores da Universidade Hebraica de Jerusalém identificaram a chave das células beta, produtoras de insulina e que são geradas no pâncreas. O descobrimento representa um avanço que deverá ajudar a encontrar maneiras de restaurar e melhorar o funcionamento dessas células em pessoas que sofrem de diabetes tipo I.

O projeto, dirigido pelo professor Yuval Dor, do Instituto de Investigação Médica Israel-Canadá da Universidade Hebraica de Jerusalém, teve a participação de pesquisadores do Centro Médico Hadassah em cooperação com grupos de várias universidades americanas.

“Nosso trabalho demonstra que à medida que o nível de glicose aumenta no sangue, as células beta se regeneram”, diz Yuval Dor. “Não é a glicose no sangue a chave por si mesma, mas a capacidade de detecção da glicose das células beta para regeneração”, completa.

Esta foi a primeira vez que se demonstrou que um alto nível de glicose é o fator desencadeante que induz as células beta para que se regenerem.

Nas pessoas que sofrem de diabetes tipo I o sistema imunológico faz um ataque equivocado às células beta, resultando na diminuição da produção de insulina. A descoberta abre caminho para desenvolver um novo tipo de droga que permita aumentar o número de células beta.

veja também