Novo material aumenta precisão em biópsia de câncer de mam

Novo material aumenta precisão em biópsia de câncer de mam

Atualizado: Quarta-feira, 20 Abril de 2011 as 9:14

Um novo material feito de um polímero que se parece com silicone, desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal de Juiz de Fora, promete melhorar a precisão da retirada de pequenas lesões nos seios.

O material é injetado por uma agulha e substitui o contraste de iodo para marcar a região exata da lesão antes da cirurgia de retirada do tecido mamário.

Segundo Geraldo Vitral, mastologista e pesquisador que desenvolveu o material, o polímero, ao contrário do iodo, não é absorvido nem se "espalha" pelo corpo.

"A grande vantagem do produto é o aumento da precisão cirúrgica."

Além disso, o pesquisador afirma que o polímero não causa alergias como o iodo.

Um estudo com o material, desenvolvido com apoio do Sebrae-MG e testado em mais de cem pacientes, foi publicado no periódico "Radiology and Oncology".

Batizada de BLD Marker (marcador da lesão mamária, na sigla em inglês), o produto será lançado comercialmente no fim de maio.

Segundo Rafael Schmerling, oncologista do Hospital São José, o produto é promissor, mas é preciso fazer mais testes. "Seria necessário um estudo comparativo entre as duas técnicas. A prática dos radiologistas vai mostrar se a novidade é melhor ou não."  

veja também