Número de adolescentes que têm filhos cai quase 20% no Brasil

Número de adolescentes que têm filhos cai quase 20% no Brasil

Atualizado: Quarta-feira, 15 Dezembro de 2010 as 9:05

O número de adolescentes de dez a 19 anos que dão à luz no Brasil caiu 18,7% entre 2000 e 2007, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (14) pelo Ministério da Saúde. Em 2000, houve 751 mil nascimentos de bebês com mães nessa idade, contra 610 mil em 2007. A queda mais forte ocorre na faixa etária entre 15 e 19 anos, com uma redução de 19%.

O estudo do ministério reforça que as brasileiras estão adiando o projeto de ter filhos. A idade média das mães brasileiras cresceu de 25,1 anos em 2000 para 25,7 em 2007.

Nesse período, houve uma queda de 15% no número de mulheres que têm filhos entre os 20 e 24 anos de idade. Apesar disso, com 84,4 mil nascimentos, essa faixa etária ainda representa a maior parte dos partos no Brasil. No mesmo período, houve uma queda de 1,5% no número de mulheres que têm filhos na idade entre 25 e 29 anos.

Enquanto isso, houve um aumento no número de bebês com mães entre 30 e 34 anos (0,45%), 30 a 39 anos (1,4%) e 40 a 44 anos (3,5%).

Apesar desse cenário, "a fecundidade do país como um todo ainda é muito precoce", diz o ministério. Do total de partos registrados em 2007, 20% foram de mães com idades entre 15 e 19 anos e, 29% na faixa dos 20 aos 24. As regiões Norte e Nordeste são as que têm o maior número de partos nas faixas etárias mais jovens.

Otaliba Libânio Neto, diretor do departamento de análise de situação de saúde do ministério, diz que "essa é uma realidade que começa a mudar".

– A partir de 2003, aumentou a idade média das mães no momento do parto, revertendo a tendência de aumento da fecundidade nas mulheres muito jovens observada nas décadas anteriores.

veja também