O melhor remédio contra o ar seco

O melhor remédio contra o ar seco

Atualizado: Quinta-feira, 24 Julho de 2008 as 12

O melhor remédio contra o ar seco

A baixa umidade relativa do ar, que vem persistindo há meses, mantém poluentes na atmosfera e causa irritações nos olhos e vias respiratórias. Em conseqüência disso, os médicos alertam para cuidados com as vias respiratórias. "Os cuidados poderiam ser dispensados com apenas uma prática: a respiração nasal", afirma Wilson Aragão, dentista especialista em ATM, Articulação Têmporo Mandibular.

Segundo Aragão, o grande problema respiratório da população que vive nas grandes cidades de hoje ocorre, não somente pela poluição do ar, pelas oscilações bruscas da temperatura causadas pelo aquecimento global, mas principalmente por que, segundo dados da Organização Mundial de Saúde, 70% das pessoas utilizam a respiração bucal. Desta forma, todos estes fatores só agravam as doenças respiratórias. Caso as pessoas aprendessem a respirar melhor pelo nariz, órgão criado exatamente para este objetivo, questões como rinite, sinusite e todas as demais incômodas doenças respiratórias estariam controladas.

A respiração nasal filtra o ar, equaliza a temperatura e ainda umidifica. O ar que entra pelas fossas nasais é filtrado pela estrutura anatômica dos cornetos através dos cílios, que impedem partículas maiores de progredirem e pelo muco que, derivado da umidificação, retém essas partículas.

Quando a pessoa está a uma temperatura ambiente de 0º a 45º graus, a mucosa nasal dilata ou se retrai, assim como a circulação periférica aumenta ou diminui para fazer o ar chegar ao pulmão na temperatura do corpo. No nariz, o ar também é umidificado pela lágrima, que deságua pelo duto nasolacrimal na altura dos cornetos, a fim de igualar a pressão dos gases nos alvéolos e ainda levar componentes importantes para a circulação sangüínea. Ou seja, respirando pelo nariz, garantimos a saúde de nossa respiração, logicamente que distante de itens prejudiciais como o cigarro e outros gases tóxicos.

Postado por: Claudia Moraes

veja também