Os males do Álcool: como se inicia o vício?

Os males do Álcool: como se inicia o vício?

Atualizado: Terça-feira, 12 Fevereiro de 2008 as 12

Uma das principais preocupações dos órgãos de saúde pública está relacionada com a ingestão de bebidas alcoólicas nesta época do ano.

Existem alguns fatores que levam um indivíduo a abusar do álcool. Algumas pessoas buscam o álcool depois de terem passado por algum estresse pessoal ou devido a distúrbios emocionais. Como uma forma de alívio e esquecimento dos problemas, quando o álcool acaba sendo uma muleta ou fuga. Outras bebem por prazer.

Independente dos fatores, o abuso e a freqüência de uso podem tornar o indivíduo dependente. Alguns sinais de aviso ocorrem quando a pessoa busca o álcool para relaxar, estando sob pressão ou quando ela sente a necessidade de um drinque diário.

O álcool torna-se um problema, quando a pessoa prefere beber sozinha a ir num compromisso social importante, ou quando ela bebe regularmente todos os dias, em horários impróprios como pela manhã, durante o expediente de trabalho e nos casos em que ela chega tarde em casa, depois de ter passado horas no bar. Trazendo, por isso sérios problemas para si e para a sua família.

Também se torna um problema, quando a pessoa apresenta mudanças de humor e comportamento imprevisível (agressividade ou sensibilidade excessiva). Nesse estágio, infelizmente, instalou-se a doença chamada de "alcoolismo".

O que é alcoolismo? É uma doença crônica, progressiva e fatal, causada por uma soma de fatores genéticos, físicos, psíquicos, familiares e sociais.

A pessoa perde o controle sobre a ingestão da bebida e pelo grande número de situações problemáticas decorrentes do seu uso. O que define se uma pessoa é alcoólica (alcoólatra) é a sua atitude de beber para desempenhar determinadas funções.

O álcool causa dependência física e provoca lesões em alguns órgãos (estômago, fígado e cérebro), além de causar pressão alta, obesidade e impotência sexual.

Os alcoólicos também sofrem com a Síndrome da Abstinência (ausência de álcool no corpo), apresentando tremores nas mãos, ansiedades, alterações cardíacas, alucinações, febre e depressão.

Muitos acham engraçado o uso do álcool, e encaram essa situação com naturalidade ou como um sinal de masculinidade e poder. Caso você apresenta alguns desses sintomas ou comportamento, tome cuidado, pois o álcool pode se tornar um cárcere. Busque ajuda médica, psicológica e espiritual.

Postado por: Claudia Moraes

veja também