Os pés precisam de atenção

Os pés precisam de atenção

Atualizado: Quarta-feira, 4 Junho de 2008 as 12

Muitas vezes parte do corpo deixada esquecida, os pés causam incômodos que prejudicam a qualidade de vida. Um estudo do farmacêutico e pedólogo espanhol Pablo Altozano revelou que grande parte das pessoas não lava os pés diariamente, não sabe cortar as unhas corretamente, tem ou já teve fungos, não sabem escolher um calçado adequado, têm problemas com mau cheiro e excesso de suor nos pés e não utiliza proteção adequada em piscinas, ginásios e locais públicos.

"Há um grande desconhecimento em torno da saúde dos pés. Problemas tão comuns e fáceis de serem corrigidos, como o excesso de suor e o mau cheiro, não são tratados porque são vistos como algo normal, e não como um problema de saúde que tem tratamento", afirma Altozano.

Para o professor de pedologia da Universidade Européia de Madri Javier Pascual, a falta de informação não se limita a cuidados e medidas preventivas para manter os pés saudáveis, mas se estende também aos tratamentos.

Já Erik Motta Pereira, professor de reflexologia do Instituto Brasileiro de Pesquisas em Reflexologia (Ibraper), prefere enfocar que os pés são uma das partes do corpo que mais acumulam tensão. "Com massagens adequadas, a circulação nessa parte do corpo aumenta e diminui o risco de que surjam alguns problemas", aconselha.

Os pés aumentam de tamanho com a idade

A Associação Americana de Pedicuros informa que, ao chegar ao 50 anos, uma pessoa normal, sem maiores tendências esportivas, terá caminhado nada menos que 120 mil quilômetros, o que corresponde a dez voltas em torno da Terra. Com base deste dado, o ortopedista Fabio Ravaglia, presidente da ONG Instituto Ortopedia & Saúde, explica que, mesmo sendo resistentes, os pés sentem esse esforço.

"Assim como os sapatos, as solas dos pés perdem gradualmente sua natural proteção almofadada, pela degeneração do tecido gorduroso e, conseqüentemente, perdem sua habilidade de amortecer impactos. O resultado é que os ligamentos e tendões que mantêm juntos os 26 ossos e 33 articulações de cada pé ficam distendidos, tornando-os mais largos e longos na velhice, o que pode até requerer calçados de um número maior", esclarece o médico.

Problemas nos pés

Segundo o ortopedista Fabio Ravaglia, presidente da ONG Instituto Ortopedia & Saúde, o problema mais comum nos pés é a calosidade que surge, em geral, por causa da pressão do calçado sobre a pele dos dedos. Essa compressão é um estímulo para a produção de um tecido fibroso, que é o calo.

"Um pedicuro pode remover esse excesso de tecido, mas esta é uma medida meramente paliativa: o problema só se resolve mesmo livrando o pé do sapato apertado", afirma.

Joanete, micose, pé chato, unhas pretas e dores no calcanhar são outras reclamações freqüentes nos consultórios. Havendo qualquer problema, não deixe para depois. Procure um especialista para realizar o tratamento adequado.

Postado por: Claudia Moraes

veja também