Os tipos de dores mais comuns: dores nas costas

Os tipos de dores mais comuns: dores nas costas

Atualizado: Sexta-feira, 18 Março de 2011 as 8:51

“A coluna vai desde a base do crânio até a região sacral, então os problemas que podem ocorrer são diversos. Mas apesar disso, é bom lembrar que a grande maioria de problemas envolvendo dores nas costas ocorre na coluna cervical – mais perto da base do crânio – e na lombar – logo acima da cintura. E o motivo disso é simples: são as regiões onde há maior movimentação. Uma hérnia de disco na região torácica é menos provável”, aponta Cláudio Fernandes Corrêa, neurocirurgião e diretor do Centro da Dor e Neurocirurgia Funcional do Hospital 9 de Julho, em São Paulo.

Fatores que levam às dores nas costas são bem conhecidos

As causas dessas dores podem ser, normalmente, devido a fatores bem conhecidos: má postura, lesões (causadas por inflamações e traumas) ou então por fatores degenerativos (como é o caso das hérnias). “A intensidade da dor e o tratamento para esse problema serão determinados pelo que a causou”, lembra o especialista.

Quando a causa é degenerativa, o tratamento envolve a medicina física e reabilitação, com a participação do médico fisiatra. Exercícios de tração, quiropraxia e aplicação de calor localizado, além dos fármacos, compõem o conjunto que poderá ser usado no tratamento. “Eventualmente, é necessária uma cirurgia do tipo minimamente invasiva, implantando eletrodos para bloquear os nervos que levam a esse padrão de dor.”

Nas lesões, o tratamento pode ser mais simples, envolvendo relaxantes musculares, analgésicos anti-inflamatórios ou analgésicos puros. Já para má postura, além do tratamento farmacológico é necessária uma rotina para reverter o mau hábito, como sessões de reeducação postural global (o RPG).

Quadros avançados podem necessitar de cirurgia

Em casos avançados de problemas que levam às dores nas costas, como quando há uma alteração estrutural da coluna, pode ser necessário o que é chamado de “cirurgia aberta”, que é invasiva e tem um pós-operatório mais longo. “Uma dor muito intensa, causada por uma hérnia de disco muito avançada que comprometa a estabilidade das vértebras, pode necessitar de uma cirurgia de grande porte, com a implantação de placas de metal e parafusos para auxiliar na sustentação da coluna”, diz Corrêa, que lembra que ter hábitos saudáveis e monitorar o avanço das dores nas costas é a melhor maneira de evitar um quadro muito complicado como esses.

veja também