Osteoporose deve ser evitada a partir dos 20 anos

Osteoporose deve ser evitada a partir dos 20 anos

Atualizado: Quarta-feira, 16 Maio de 2012 as 8:46

Segundo o ortopedista Alberto Croci, mulheres entre 20 e 40 anos também podem sofrer com a osteoporose. De acordo com ele, é nessa fase justamente que se inicia um lento processo de perda de massa óssea. 

"A osteoporose não dá sinais, e isso dificulta o diagnóstico, o que pode resultar num tratamento tardio", alerta Croci.

Mulheres as quais possuem familiares com o quadro devem ficar mais atentas ainda e não deixar de fazer o exame da densitometria óssea.

Dicas

Faça exames com frequência

 Como a perda de massa óssea, em geral, não provoca sintomas, o diagnóstico da osteoporose é feito por meio da densitometria óssea, exame que as mulheres devem fazer a cada dois anos, após o início da menopausa. O ideal é fazer a primeira densitometria aos 20 anos e seguir as orientações do seu médico.

A prática de atividade física é essencial

 As fraturas relacionadas à perda de massa óssea estão entre as principais causas de incapacidade permanente. Mas quem pratica uma atividade física pode reduzir esse risco, já que alguns exercícios
aumentam a massa óssea e muscular. As atividades mais recomendadas são:

· Exercícios de resistência: pesos livres,máquinas com peso, faixas elásticas.

· Exercícios aeróbicos: caminhar, dançar.

· Pedalar: bicicletas comuns ou ergométricas.

· Exercícios de equilíbrio: tai chi, ioga.

Leia também:

Saiba como evitar a dor nas costas

Confira dicas de como manter a saúde no frio

Diminua a pressão arterial fazendo exercícios físicos

Consuma cálcio na quantidade ideal

 Para adultos, recomenda-se 1.000 mg por dia, o equivalente a quatro copos de 250 ml de leite. Quem não é fã da bebida pode trocá-la por iogurte ou queijos (uma fatia grossa equivale a um copo de leite). Vegetais de cor verde-escura também têm cálcio. Além disso, a vitamina D ajuda a fixar o mineral no organismo. Por isso, coma com frequência peixe, fígado, cogumelo e gema de ovo.

Alimentação

Inclua no cardápio: peixe, soja, azeitona verde(também rica em cálcio, embora seja bem calórica, então, sem exageros).

Feijão é essencial, uma concha e meia (160 g) de feijão rosinha oferece 10% do cálcio necessário.

Verduras e frutas - Entre as saladas, a de alfafa é a mais proveitosa, com mais de 500 mg de cálcio por 100 g do alimento. Acelga e agrião também são ótimas opções. Em relação às frutas, figo e ameixa são boas escolhas.

 

 

Com informações de M de Mulher

veja também