Paraná faz campanha de alerta sobre riscos de aumento da dengue

Paraná faz campanha de alerta sobre riscos de aumento da dengue

Atualizado: Quarta-feira, 22 Dezembro de 2010 as 9:04

Com o início do verão, a Secretaria de Saúde do Paraná alerta a população para redobrar os cuidados em relação à dengue. A secretaria pede que os moradores evitem que recipientes expostos se transformem em criadouros do inseto transmissor.

O superintendente de Vigilância em Saúde, José Lúcio dos Santos, pede que as pessoas procurem limpar os quintais antes de viajar, cubram ou esvaziem piscinas e verifiquem se a caixa de água está vedada.

De acordo com o último levantamento divulgado pela Secretaria da Saúde, foram confirmados no Paraná, do início do ano até agora, 33.056 casos de dengue, sendo 32.201 casos autóctones (casos cuja infecção ocorreu no estado ), e 855 casos importados. Neste ano foram registrados 62 casos de febre hemorrágica e 118 de dengue com complicação. No total, 15 pessoas morreram.

No ano passado, neste mesmo período, foram registrados 893 casos de dengue, sendo 771 casos autóctones, de um total de notificados de 10.254 casos suspeitos.

De acordo com a secretaria, a dengue tem anos cíclicos, explicados pelo sorotipo circulante (tipo do vírus) e as alterações climáticas. Em 2010 o número de casos aumentou consideravelmente no estado por causa do forte calor e das constantes chuvas no estado.

“Medidas básicas como manter caixas, tonéis e barris de água tampados, não deixar água acumular em pneus, lajes, garrafas e manter os pratos de vasos de plantinhas com areia até a borda vão sempre ser de responsabilidade da população no combate à doença. O importante é não deixar o mosquito se proliferar”, orienta campanha da secretaria paranaense.

O verão tem início hoje. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), há possibilidade de chuva forte e queda de granizo em áreas isoladas do Paraná e em Santa Catarina. No Rio Grande do Sul, a previsão é de chuva isolada.

veja também