Pés de diabéticos requerem atenção especial

Pés de diabéticos requerem atenção especial

Atualizado: Quarta-feira, 1 Setembro de 2010 as 9:19

É natural que os cuidados com os pés devem vir desde a infância até a fase adulta. Porém, essa atenção deve ser redobrada com quem lida com a diabetes. Geralmente, o paciente apresenta complicações, como a alteração na sensibilidade dos pés, deixando-o anestesiados. Em outras situações pode ocorrer até o aparecimento de úlceras. Por isso, qualquer atenção é pouca.

O indicado é que todos os pacientes diabéticos façam exames rotineiros com a máxima frequência e cuidados, pois qualquer tipo de ferimento, bolha ou cortes, por mais leves que sejam, devem ser preocupantes, por conta da cicatrização.

"Com a ajuda do tratamento podológico, o diabético pode viver com mais tranquilidade. O tratamento deve ser multidisciplinar, com outros profissionais, tendo como objetivo garantir a saúde dos pés", comenta a podóloga Cinthia Cordeiro Belo, do Instituto do Pé, de Guarapuava, no Paraná.

Apesar de um acompanhamento a base de exames, alguns cuidados simples podem auxiliar nos cuidados com os pés diabéticos: procure evitar deixar os pés de molho, secar sempre com toalha suave, para não machucar, e mantê-los lubrificados com óleo de girassol.

Segundo a podóloga, aos que tiverem unhas encravadas ou muito grossas devem buscar auxilio de um profissional adequado pela manutenção dos pés. "Elas devem ser tratadas. Os tratamentos visam evitar resultados paliativos e inadequados que acabam por agravar ainda mais determinados problemas", explica.

Outra situação que contribui para a boa saúde dos pés do diabético é evitar andar descalço, usar sempre meias com elástico, além de calçados com partes metálicas, costuras ou reforço que entre em contato com a pele.

veja também