Pesquisa científica comprova: Vigilantes do Peso emagrece

Pesquisa científica comprova: Vigilantes do Peso emagrece

Atualizado: Terça-feira, 13 Setembro de 2011 as 10:37

Pacientes com sobrepeso, quando orientados por seus médicos a participarem do programa conhecido como Vigilantes do Peso, perdem duas vezes mais quilos do que pessoas que recebem orientações padrão sobre perda de peso ao longo de 12 meses, de acordo com as conclusões de um estudo publicado esta semana.

No primeiro estudo controlado e randomizado – considerada o padrão-ouro para pesquisa científica – para comparar diretamente um programa mais comercial de perda de peso com o tratamento padrão oferecido por médicos de família, o Vigilantes do Peso foi duas vezes mais eficaz.

O estudo apontou que mais pessoas aderiram à dieta do Vigilantes do Peso, perdendo mais peso e massa gorda. Elas também tiveram uma redução maior na medida da cintura, em comparação com quem estava no tratamento padrão.

Para Susan Jebb, da unidade de Nutrição Humana do Conselho Nacional de Pesquisas Médicas do Reino Unido e líder do estudo, os resultados mostraram que o Vigilantes do Peso é “uma intervenção positiva e generalizável a outros países economicamente desenvolvidos.”

“Esse tipo de pesquisa é importante para que possamos identificar intervenções eficazes para tratar a obesidade”, disse ela.

O estudo, publicado na revista médica The Lancet, surge no rastro da pesquisa divulgada mês passado apontando a obesidade como uma epidemia global que está substituindo rapidamente o tabaco como a mais importante causa evitável de doenças crônicas – como doenças cardíacas, diabetes e câncer.

Em todo o mundo, cerca de 1,5 bilhão de adultos estão com sobrepeso e outro 500 milhões são obesos, com 170 milhões de crianças classificadas gordas ou obesas. A obesidade é responsável por entre 2% e 6% dos custos de saúde em muitos países.

No estudo da perda de peso, financiado pelo Weight Watchers International (Vigilantes do Peso Internacional), mas executado como uma pesquisa com toda a coleta e análise de dados realizada por uma equipe independente de pesquisadores, foram avaliados 772 adultos com sobrepeso e obesidade na Austrália, na Alemanha e na Grã-Bretanha.

Os pacientes foram aleatoriamente designados para receber 12 meses de tratamento padrão, como o habitualmente oferecido por uma equipe de cuidados primários (com clínico geral ou cardiologista), ou para ganhar uma associação de 12 meses grátis em um grupo do Vigilantes do Peso perto de suas residências.

Além de perder o dobro do peso em relação àqueles que receberam o tratamento padrão, os pacientes que aderiram ao Vigilantes do Peso também foram três vezes propensos a perder 10% ou mais do peso inicial. Cerca de 61% dos pacientes no grupo Vigilantes do Peso perderam pelo menos 5% do seu peso corporal, em comparação com 32% no grupo com o tratamento padrão.

A perda de peso média em 12 meses foi de 5,1 kg para aqueles que utilizaram os Vigilantes do Peso contra 2,2 kg para os que fizeram o tratamento padrão. Para os que completaram o total de 12 meses, a perda de peso média foi de 6,7 kg no Vigilantes do Peso versus 3,3 kg no tratamento padrão.

“Essas importantes descobertas mostram que o tratamento da obesidade é eficaz e programas comerciais bem estruturados podem realmente melhorar os resultados”, disse Nick Finer, endocrinologista dos hospitais da University College London (ele não teve envolvimento algum com a pesquisa).

David Kirchhoff, CEO da Weight Watchers International, disse que o estudo publicado na Lancet “prova que os Vigilantes do Peso é parte da solução para ajudar a transformar a saúde das nações.”

“Há uma clara necessidade de soluções práticas de tratamento que sejam comprovadamente eficazes, acessíveis e generalizáveis, para ter um impacto em toda a população", disse ele em um comunicado oficial sobre os resultados da pesquisa.

veja também