Pesquisa mostra chumbo na composição de 400 batons

Pesquisa mostra chumbo na composição de 400 batons

Atualizado: Quinta-feira, 1 Novembro de 2012 as 12:31

 

Governo norte americano fez recentemente uma pesquisa com os 400 batons mais vendidos no país. O resultado não foi nenhuma novidade, níveis de chumbo foram detectados na composição, mas estudos realizados no passado já haviam constatado essa informação. O que deixou o governo em alerta foi o aumento significativo da substância nos cosméticos.

Cinco batons da L’Oréal e da Maybelline, marcas da L’Oréal americana, estavam entre os 10 mais contaminados, segundo o teste da agência de vigilância sanitária dos Estados Unidos (FDA).

O ponto que está atingindo o público e o governo norte Americano é que os integrantes da Campanha por Cosméticos Seguros pressionam o governo há anos para que haja uma regulação no nível de chumbo nos batons.

 O FDA defende que os níveis do componente encontrado nos batons não representa risco à segurança dos consumidores, ainda que o mais recente teste tenha apresentando quantidades superiores ao primeiro.

Os integrantes da Campanha, por sua vez, afirma que a vigilância sanitária do país não tem estudos científicos que comprovem que de fato o uso do batom não cause nenhum prejuízo à saúde das mulheres, especialmente as grávidas e as crianças.

Tanto o FDA quanto os integrantes da Campanha declaram que fotos que circulam em sites e redes sociais sobre danos nos lábios são falsas.

 

Os primeiros relatos de chumbo em batons tiveram início nos anos de 1990 e, em 2007, o grupo Campanha por Cosméticos Seguros testou 33 batons vermelhos para provar que eles excediam o limite aceitado pelo FDA de chumbo em doces. O órgão apontou a comparação como inválida, pois os batons não são feitos para ingerir, como os doces, e em 2008 fez os primeiros testes próprios em 20 cosméticos.

A cientista do Conselho dos Produtos de Cuidado Pessoal, Halyna Breslawec, em entrevista ao Washington Post, declarou que o chumbo não é acrescentado pelas empresas. Segundo ela, eles estão presentes nos corantes feitos a partir de minerais que são aprovados pela vigilância sanitária.

 

Com informações de UOL

veja também