Pesquisador sugere que mulheres congelem ovários aos 20 anos

Pesquisador sugere que mulheres congelem ovários aos 20 anos

Atualizado: Sexta-feira, 29 Outubro de 2010 as 9:37

Mulheres deveriam congelar partes de seus ovários aos 20 anos para melhorar as chances de ter um bebê quando alcançarem os 30 ou 40 anos, segundo um especialista em fertilidade. A informação foi publicada nesta quinta-feira no site do jornal britânico "The Independent".

Apesar de algumas mulheres já congelarem alguns de seus óvulos, guardar pedaços dos ovários garante milhares de óvulos a mais e uma probabilidade maior de ter um filho, de acordo com Sherman Silber. O médico foi o responsável pelo primeiro transplante total de ovário.

Outros médicos dizem que é preciso ter cautela e insistem que é preciso saber mais sobre a taxa de sucesso do procedimento.

Guardar um terço de um ovário significaria que cerca de 60.000 óvulos seriam capturados com o tecido, que poderia ser transplantado de volta quando a mulher ficar mais velha, defende Silber. Remover pedaços do tecido do ovário deixa o resto dele intacto, então a mulher pode continuar tentando conceber naturalmente se quiser, diz ele.

Silber disse que o congelamento convencional de óvulos, oferecido em clínicas, tem desvantagens. Cada coleta de óvulos consegue capturar entre 5 e 10 unidades, o que é muito pouco, segundo ele. "Talvez as mulheres estejam sendo levadas a pensar que um ciclo de congelamento de óvulos lhes dê segurança e isso não é verdade."

O congelamento do tecido do ovário é mais barato e resulta em mais óvulos guardados. "Uma mulher pode congelar o ovário aos 19 e ter um ovário de 19 anos quando tiver 40", disse ele.

Tony Rutherford, presidente da Sociedade de Fertilidade Britânica, alertou que ainda é muito cedo para recomendar a reserva generalizada de tecido do ovário.

Um representante da Autoridade de Fertilização e Embriologia Humana na Inglaterra disse: "Esse procedimento é relativamente novo e ainda está em desenvolvimento".

veja também