Pesquisadores identificam genes relacionados à meningite

Pesquisadores identificam genes relacionados à meningite

Atualizado: Quarta-feira, 11 Agosto de 2010 as 4:16

Um conjunto de genes que torna as pessoas mais propensas a contrair meningite foi identificado por pesquisadores. A informação foi publicada no site da "BBC News".

A equipe internacional comparou o DNA de 1.400 pessoas com meningite bacteriana e 6.000 indivíduos saudáveis, de acordo com relatórios da Nature Genetics.

Eles encontraram diferenças em uma família de genes envolvida na resposta imune que parece tornar as pessoas mais ou menos suscetíveis à infecção.

A equipe espera que os resultados contribuam para o desenvolvimento de novas vacinas.

Os investigadores analisaram a meningite causada pela bactéria Neisseria meningitidis, que leva ao inchaço do revestimento do cérebro e envenenamento do sangue.

Não é a primeira vez que pesquisadores tentam descobrir se algumas pessoas são mais suscetíveis a contrair meningite por causa da sua composição genética.

Mas os resultados ainda não estão claros, provavelmente devido ao pequeno número de pessoas estudadas.

No último estudo, os pesquisadores mapearam todo o código genético de 475 pacientes britânicos com a doença meningocócica e 4.700 indivíduos saudáveis.

Eles encontraram uma diferença clara em um pequeno conjunto de genes conhecido pela relação com a resposta do sistema imunológico.

Quando analisaram novamente duas outras populações europeias, eles encontraram o mesmo resultado.

VACINA

As diferenças genéticas encontradas significam que, em algumas pessoas, a bactéria é capaz de iludir o sistema imunológico e causar infecção, enquanto os sistemas de outras pessoas são mais preparados para combatê-la.

O autor do estudo, o professor Michael Levin, especialista em saúde infantil internacional do Imperial College London, disse que as descobertas seriam especialmente úteis no desenvolvimento de uma vacina contra a meningite B, que agora é responsável pela maior parte dos casos no Reino Unido.

Já existe uma vacina eficaz contra a meningite C.

Fonte : Folha online

Postado por Juliana Simioni

veja também