Ponderando os benefícios da gordura

Ponderando os benefícios da gordura

Atualizado: Quinta-feira, 12 Junho de 2008 as 12

Todo mundo sabe que gordura é ruim para você e que a dieta mais saudável do mundo não contém nenhuma gordura, certo? Surpreendentemente a resposta é não. Retirar toda a gordura da dieta, na verdade, seria mal para o cérebro, coração, pele, olhos, nervos, pulmões, sistema digestivo, ossos e outros órgãos.

Gordura é um nutriente indispensável. Ajuda a melhorar o sabor dos alimentos e dá sensação de saciedade - tornando as refeições mais satisfatórias. Tendo em vista que a gordura faz parte, naturalmente, de produtos animais, além de muitos vegetais e grãos, seria quase impossível evitá-la na dieta.

Entre os benefícios da gordura para a saúde, citamos:

Manter pele e cabelo saudáveis; Ajudar a digerir os alimentos e proteger de cálculos biliares e úlceras; Ajudar o organismo a absorver as vitaminas A, D, E e K - que, uma vez ausentes, afetam visão, crescimento, ossos, sistema imunológico e muitas outras coisas. Portanto, ingerir pouca gordura e do tipo adequado não é uma coisa má. É a quantidade de gordura ingerida que pode causar problemas sérios de saúde. Isso porque a gordura é rica em calorias - tendo mais do que o dobro das calorias por grama dos carboidratos. E porque gordura é a última escolha do organismo na queima de nutrientes para gerar energia, ela fica armazenada até que todos os carboidratos e proteínas tenham sido queimados.

E tem mais, segundo a American Heart Association, a gordura pode entupir as artérias, fazendo o coração trabalhar mais para bombear o sangue. É por isso que o excesso de gordura na dieta eleva o risco de problemas cardíacos.

Falta de gordura, não significa cintura mais fina. Evitar todas as gorduras também pode causar problemas. Isso não quer dizer que comer todas as gorduras que você quiser seja uma coisa boa, mas a tendência de comer alimentos sem gordura levou ao que os pesquisadores batizaram de ?overdose de fat-free?. As pessoas imaginam que se o alimento não contiver gordura, elas podem comer o quanto quiserem. Mas a verdade é que, ingerir excesso de calorias pode levar ao ganho de peso. Normalmente, o ganho de peso também resulta em níveis de glicemia mais elevados, porque o organismo fica menos sensível à insulina.

Moderação é o começo de tudo Com todas essas informações conflitantes, qual é a resposta certa? Moderação, evidentemente. Como você já viu, ter alguma gordura na dieta - especialmente de origem vegetal - é necessário para que o organismo funcione corretamente. Mas além de manter uma baixa ingestão de gordura, você também tem que ficar de olho no número de calorias que consome, e saber a procedência dessas calorias.

Sua meta de longo prazo deve ser manter o número de calorias provenientes das gorduras ao redor dos 25 a 30% da ingestão total de calorias e certificar-se de que as gorduras saturadas representem apenas uma pequena quantidade das calorias (- 10%) (*). Ao fazer isso, você pode ajudar a evitar problemas sérios de saúde, e ainda gozar dos benefícios de ter gordura na dieta.

Postado por: Claudia Moraes

veja também