Por conter açucar e corantes, as gelatinas industrializadas devem ser consumidas com moderação, alerta estudo.

Gelatina industrializada não fortalece a pele

Atualizado: Terça-feira, 26 Fevereiro de 2013 as 12:15

Muitos procuram consumir a gelatina para fortalecer pele, cabelos e unhas, devido o colágeno existente em sua fórmula. A versão disponível nos supermercados e que estão ao nosso alnce, são as gelatinas industrializadas, com alto teor de açucar e pouca proteína.
 
"No fim, esta gelatina acaba sendo uma mistura de corantes artificiais, conservantes, açúcar, adoçante e a proteína em quantidades muito baixas, apenas para gelificar. Numa avaliação feita pela Pro Teste anos atrás, produtos de 120 gramas tinham entre 0,76 a 2 gramas de colágeno, apenas", diz Andréa Frias, PhD em Nutrição pela Universidade de São Paulo. "Nutricionalmente, não se ganha nada; para se ter algum benefício é preciso consumir entre 8 a 10 gramas de colágeno por dia".
 
A especialista alerta: é preciso consumir com moderação, especialmente as crianças, por causa dos aditivos químicos.
 
"O pecado está nisso. Na verdade, a sobremesa ideal é mesmo fruta. Agora, comer apenas uma vez por semana não causa problemas. Não podemos demonizar a gelatina por si só", explica Hewdy Lobo, médico nutrólogo da Clínica Vida Mental em São Paulo e membro da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia). O médico recomenda incluir uma fruta junto à sobremesa, tornando saudável: "Porém, infelizmente, costumo ver essa mistura mais em restaurante do que nas casas que frequento".
 
Para ele, consumir gelarina para fortalecer a pele, trata-se de um mito. "Pensando assim, a pessoa vai consumir mais para alcançar isso e vai ter mesmo é um aumento de peso", finaliza ele. 
 
Conheça os alimentos indicados para as articulações
 
Carnes
As principais fontes do colágeno, essencial para a saúde das articulações, são as proteínas de origem animal, como carnes vermelhas, frango, peixes e ovos.
 
Frutas
Para estimular a produção do colágeno pelo organismo, a dica é aumentar o consumo de alimentos ricos em vitamina C, que ajuda na síntes do colágeno pelo organismo. Entre eles estão as frutas como acerola, caju, limão, abacaxi, kiwi, morango e pêssego
 
Verduras
Outros alimentos que devem estar presentes com frequência na dieta de quem quer fugir de problemas nas articulações são as folhas verde escuro, pois elas ajudam a melhorar a produção do colágeno pelo organismo, afirma a nutricionista Nádia Lucila Rocha Brito
 
Secas
Para que o colágeno possa ser sintetizado pelo organismo é importante consumir alimentos que contenham vitamina E, selênio e zinco, como avelãs, amêndoas e castanhas, fala a nutricionista Nádia.
 
Vegetais
os vegetais são fontes de proteínas que contribuem para a formação dessa substância no organismo. Para uma dieta boa para as articulações, inclua no cardápio com frequência soja, feijão, lentilha e grão de bico, entre outros.
 
Com informações de: UOL

veja também