Por que doar sangue?

Por que doar sangue?

Atualizado: Segunda-feira, 28 Janeiro de 2008 as 12

Normalmente doamos sangue porque alguém precisa. Pela facilidade e segurança com a qual pode ser retirado, associado ao enorme benefício para quem necessita. Doar sangue pode ser considerado um gesto simples de pessoas humanizadas, dispostas a ajudar o próximo e contribuir para a cura de enfermos.

O Brasil necessita de 5.500 bolsas de sangue por dia. A doação é segura, não demora mais de meia hora, sendo todo o material utilizado descartável o que oferece total segurança ao doador. Muitas pessoas não sabem que doar sangue é simples, rápido e não dói. Desconhecem que todo ser humano, em boas condições de saúde, pode doar sangue sem qualquer risco ou prejuízo a sua saúde.

Se cada cidadão saudável doasse sangue pelo menos duas vezes por ano, não seriam necessárias campanhas emergenciais para coletas de reposição de estoques. O sangue não tem substituto, por isso a doação voluntária é fundamental. É importante deixar claro que doar não modifica o seu sangue (não o engrossa, nem o afina). A quantidade de sangue retirada em cada doação é de 450 ml, sendo recuperada rapidamente.

Antes da doação, é necessário passar por uma entrevista para triagem clínica, na qual podem ser detectadas algumas condições adicionais que possam impedir sua doação.

Requisitos para ser um doador:

Trazer documento oficial de identidade com foto; Deve ter mais de 18 e menos de 60 anos; O peso deve ser superior a 50 kg; Se mulher, não estar grávida; não estar amamentando; já terem se passado pelo menos 3 meses de parto ou aborto; Não teve Hepatite após os 10 anos de idade; Não teve contato com o inseto barbeiro, transmissor da Doença de Chagas; Não teve Malária ou esteve em região de malária nos últimos 6 meses; Não sofre de Epilepsia; Não tem ou teve Sífilis; Não ser diabético; Não ter tatuagens recentes (menos de 1 ano); Não ter recebido transfusão de sangue ou hemoderivados nos últimos 10 anos; Não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 24h que antecedem à doação; Estar alimentado e com intervalo mínimo de 2 h do almoço; Ter dormido pelo menos seis horas nas 24h que antecedem à doação; Ter descartado o risco de contrair o vírus da AIDS.  Os intervalos entre doações em homens são de 60 dias e mulheres 90 dias.

O sangue e seus componentes são vitais e insubstituíveis para todos os seres humanos e, até hoje, não existe substitutos artificiais eficientes para supri-los nos casos de sua falta. Daí, a importância da doação, pois é a única fonte deste elemento raro que pode salvar uma vida.

Locais para Doação

Hospital Prof. Edmundo Vasconcelos

Rua Borges Lagoa, 1450 - Vila Clementino / Telefone: (11) 5080-4435 Horário: 2ª à 6ª feira das 8h às 18h Estacionamento no local Hospital e Maternidade São Cristóvão

Rua Terenas, 161 - Mooca / Telefone: (11) 6128-1444 ou 6129-7222 Horário: 2ª à 6ª feira das 8h às 18h Estacionamento: Rua Canimã (entrada principal do hospital) Hospital do Coração Rua Abílio Soares, 176 - Paraíso / Telefone: (11) 3053-6537 Horário: 2ª à 6ª feira das 8h às 18h Estacionamento: Rua Des. Eliseu Guilherme, 147 Hospital Alvorada Santo Amaro

Av. Mário Lopes Leão, 414 - Santo Amaro Telefone: (11) 5686-0269 ou (11) 2185-0624 Horário: 2ª à 6ª feira das 8h às 18h Sábados das 8h às 17h Estacionamento: Av. Mário Lopes Leão, 424 Hospital A. C. Camargo

Rua Antônio Prudente, 211 - Liberdade / Telefone: (11) 2189-5122 Horário: 2ª à 6ª feira das 8h às 18h Sábados das 8h às 17h Estacionamento: no local - ?Estapar?             

Postado por: Claudia Moraes

Expirar: 31-03-08

veja também