É possível, sim, aproveitar as delícias do inverno

É possível, sim, aproveitar as delícias do inverno

Atualizado: Terça-feira, 17 Junho de 2008 as 12

A relação entre inverno e ganho de peso é muito conhecida por todos nós. Quando o tempo esfria a reclamação é geral, mas será que além de frio, realmente, sentimos mais fome? Será que é verdadeira a afirmação de que necessitamos de mais calor corporal no inverno e por isso nosso metabolismo aumenta e sentimos mais fome?

Nesta estação do ano, costumamos abrir mão da salada que antecede nosso prato quente e que reduz muito a necessidade de grandes porções de alimentos mais calóricos. Nem vai bem a idéia de consumir frutas - tão saborosas e bem vindas no verão - como sobremesa. Abrimos mão do suco e optamos pelo vinho e chocolate quente. Preferimos alimentos mais calóricos como chocolates, tortas, sopas acompanhadas de pães italianos e ciabatas...Tudo muito saboroso e ingerido em grande quantidade. Difícil de resistir ...

Além de tudo isso, no inverno, nós nos tornamos, naturalmente, mais preguiçosos para a prática de esportes, preferimos a manta, a lareira, um bom filme, um saco de pipocas e uma boa companhia, porque ninguém é de ferro!

O inverno não engorda

O inverno, entretanto, não é sinônimo de ganho de peso quando sabemos lidar com as calorias dos alimentos e com a nossa queima metabólica. Podemos aproveitar as delícias do inverno, tendo em mente que devemos priorizar uma alimentação saudável e balanceada. Uma correta seleção de alimentos pode suprir as necessidades calóricas do organismo, sem levar a um aumento de peso.

Logo, não devemos interromper a ida à academia mesmo nos dias mais frios, não podemos ter preguiça de jogar bola com os amigos ou andar de bicicleta no parque. Todas essas atividades são muito úteis para aumentar nosso gasto calórico e nos permitir comer aquele doce delicioso ou aquele fondue de queijo.

Quando praticamos uma hora de exercício, queimamos em média, entre 300/500 calorias, dependendo da intensidade do esforço físico praticado e da idade da pessoa. Além disso, não é a intensidade do esforço o mais importante, e sim, a regularidade da prática. Além da queima metabólica, o esporte nos deixa mais disciplinados e mais comedidos na hora de embarcar numa feijoada ou num rodízio de pizzas.

Não se descuide!

No inverno, mantenha a hidratação do corpo. A recomendação é de ingerir no mínimo 1,5 litros ao dia; Estabeleça horários para suas refeições e não pule nenhuma delas. Não fique por longos períodos sem se alimentar, para evitar extrapolar na próxima refeição; O chocolate quente, vedete da estação, pode ser substituído por um chá quente com adoçante. Mas se você insiste no chocolate, prepare-o com leite desnatado. Cuidado com os achocolatados diet, costumam ser mais calóricos do que as versões normais; Em relação aos foundies, dê preferência aos de queijo, preparados com leite desnatado e queijo magro. Experimente utilizar cenouras, pepinos, brócolis e couve-flor, no lugar de pão; As sopas podem ser incluídas no cardápio diário. Prefira sempre as de legumes, mais nutritivas e menos calóricas. As sopas mais cremosas, com as de queijo devem ser evitadas, devido à grande concentração de gorduras. Podem e devem conter uma forma de carboidrato, como arroz, no caso das canjas ou macarrãozinho, ou batata ou mandioquinha. O caldo de feijão pode ser utilizado para variar o sabor e nada impede que associemos uma ou duas fatias de pão integral quando não adicionamos nenhuma forma de carboidrato. Fuja das sopas instantâneas, tão ricas em sal e muito pouco nutritivas quando comparadas com aquelas preparadas em casa. Prefira as carnes magras como o músculo, o patinho ou o peito de frango nas canjas; Quando pensar em consumir doces, prefira as frutas da estação, as barrinhas de cereais e a gelatina diet. A banana cozida com canela e adoçante é uma delícia. Os queijos magros com geléia diet também atendem muito bem nossa necessidade de comer doces; Como o consumo de frios também aumenta durante o inverno, dê preferência aos queijos brancos magros em relação aos amarelos. Podemos consumir todas as delícias típicas do inverno, sim, com moderação e sem medo de engordar. Quem precisar de uma ajudazinha para manter o peso no inverno, basta pensar que logo depois, vem o verão, e com ele a troca do casaco pelo biquíni ou pela sunga. Isso nos deixa cheios de ânimo e estímulo para cuidarmos da nossa alimentação.

veja também