Posso comer chocolate?

Posso comer chocolate?

Atualizado: Terça-feira, 11 Março de 2008 as 12

Com a proximidade da páscoa, fica uma preocupação: é possível comer chocolate sem estragar a dieta? Especialistas acreditam que sim e afirmam que a guloseima, na quantidade certa, é excelente para quem faz atividade física 

Manter a forma não é tarefa fácil. Exige força de vontade e disciplina. São horas na academia para chegar ao resultado ideal. Além disso, controlar a alimentação também é essencial. Porém, com a chegada da páscoa, tudo fica mais difícil. A vontade de comer os deliciosos ovos que enfeitam os supermercados nesta época do ano é enorme. Mas, para os chocólatras de plantão, uma boa notícia: o chocolate é uma ótima fonte de energia, sendo aconselhável para quem faz atividade física.  

A equipe da Metabolismo: Nutrição e Atividade Física, formada por dois nutricionistas, Marcos Paulo Lopes e Pedro Vinícius Freire, e por dois educadores físicos, Marcos Ferreira e Renato Ferreira, afirma que é possível comer chocolate sem fugir da dieta. A sugestão, segundo a equipe, é ingerir em pequenas quantidades. "Um pequeno pedaço tem alto valor energético, pois possui grande quantidade de gordura saturada e carboidratos. Por isso, ele é recomendado para quem realiza atividade física. Ingerir uma porção antes da academia, por exemplo, dá mais disposição para malhar", lembra o educador físico Renato Ferreira.  

Além de ser uma ótima fonte de energia, o nutricionista Pedro Vinícius ressalta que o alimento é rico em proteínas, principalmente os que contêm leite. "O cálcio também está presente no chocolate. Ele é um mineral essencial para a coagulação sanguínea, contração muscular e formação óssea", informou o especialista. Ele ainda afirma que a guloseima é rica em substâncias estimulantes que aumentam o nível de serotonina, fundamental para o bom humor. "A depressão, a insônia e a ansiedade estão diretamente ligadas à carência ou excesso dessa substância", completa.  

Para que o chocolate tenha uma ação benéfica no organismo, é preciso escolher bem o tipo que será consumido. O ideal, segundo a equipe Metabolismo: Nutrição e Atividade Física, é ingerir, no máximo, 30g por dia. A preferência são os chocolates amargos, que possuem, no mínimo, 60% de cacau. "A quantidade de gorduras e calorias é a mesma do chocolate ao leite, porém, têm mais concentração de fenóis - antioxidantes e gorduras não-saturadas e poliinsaturadas - que reduzem os níveis de colesterol do sangue", conclui o nutricionista Pedro Vinícius.

Postado por: Claudia Moraes

veja também