Produto usado em embalagens de comida afeta fertilidade do homem

Produto usado em embalagens de comida afeta fertilidade do homem

Atualizado: Sexta-feira, 29 Outubro de 2010 as 9:04

O produto químico bisfenol-A, que demonstrou aumentar o risco de disfunções sexuais masculinas, reduz a concentração e qualidade do sêmen, segundo um estudo divulgado nesta quinta-feira (28).

O bisfenol-A, ou BPA, é um composto químico que serve para diluir a resina de poliéster a fim de torná-la mais líquida e facilitar sua laminação. Está presente em grande quantidade de recipientes de alimentos e bebidas, como mamadeiras.

A pesquisa, realizada por De-Kun Li, epidemiologista do Kaiser Permanente (consórcio privado americano de cuidados médicos), foi realizada durante cinco anos com 514 operários que trabalhavam em fábricas da China. Os autores constaram que aqueles que têm concentrações de BPA mais elevadas na urina apresentam três vezes mais riscos de produzir sêmen de má qualidade.

Esse é o primeiro estudo realizado sobre homens para avaliar a ligação entre o sêmen e o BPA. Pesquisas anteriores feitas em animais mostraram que o BPA tem efeitos ruins sobre os órgãos reprodutores de camundongos machos e fêmeas.

O Canadá foi o primeiro país a classificar, em outubro, o BPA na categoria de substâncias tóxicas. Em março de 2009, os seis maiores fabricantes americanos de mamadeiras decidiram suspender a venda de produtos com BPA nos Estados Unidos.

veja também