Programa auxilia idosos a parar de fumar

Programa auxilia idosos a parar de fumar

Atualizado: Quarta-feira, 5 Agosto de 2009 as 12

Com o aumento da expectativa de vida da população idosa no Brasil é fundamental o desenvolvimento de ações que visem um envelhecimento saudável, entre eles o controle do tabagismo. Embora sejam poucos os estudos sobre o consumo de cigarro na terceira idade, acredita-se que entre 10 e 11% desta população sejam fumantes. Mas será que vale a pena deixar de fumar na velhice? No Dia Nacional da Saúde, comemorado hoje, profissionais e ex-fumantes garantem que sim.

Medo da morte, solidão, tristeza pelas perdas, falta de adaptação à aposentadoria e muitas outras frustrações são dilemas comuns vivenciados na terceira idade e que podem corroborar para um maior consumo de cigarros. Mas contrariando o que se acredita, parar de fumar nesta fase da vida pode até ser mais fácil. "Com mais idade a pessoa é mais consciente disciplinada e inclusive consegue parar com mais facilidade. Mesmo assim, o apoio da família para sugerir que a pessoa pare, é fundamental, e o resultado é uma melhora imediata na qualidade de vida", diz o psiquiatra Cezar Milla.

Aos 72 anos de idade, o aposentado Geraldo Morceli Bolzani conseguiu se livrar do cigarro depois de 53 anos de consumo. Ele freqüentou uma das turmas do programa "O Caminho para Parar de Fumar", que se utiliza da programação neurolinguística para auxiliar pessoas de todas as idades a romper com o hábito de fumar. Melhora na vitalidade, qualidade do sono, aumento do apetite foram alguns dos benefícios citados pelo aposentado, que também conquistou o reconhecimento da família. "Sem fumo me tornei mais saudável, sou mais feliz e hoje tenho o reconhecimento dos meus familiares", disse Bolzani.

Três entre cada 10 pessoas que se inscrevem no programa "O Caminho para Parar de Fumar" têm mais de 60 anos. "São pessoas de diferentes profissões, diferentes idades, mas com uma coisa em comum: o desejo de ter uma vida mais saudável, de recuperar a saúde e retomar o controle da própria vida", conta a consultora Vera Mendes, criadora do programa e que foi fumante por 26 anos. "O mais importante é saber que qualquer pessoa é capaz de largar o vício, independente da idade ou do tempo de consumo. Basta decidir parar e buscar o auxílio adequado, que pode ser através de um programa como o nosso, um remédio, adesivos, gomas, enfim, o importante é se libertar", diz Vera.

O programa abre uma nova turma na próxima semana, do dia 10 a 14 de agosto. Os encontros acontecem das 19h30 as 22h30 e o investimento é de R$ 350,00 (o equivalente a dois meses de cigarro mais isqueiros). Aos participantes é entregue uma garantia por escrito de devolução do investimento caso não parem de fumar. Para mais informações acesse www.euparei.com.br ou entre em contato pelos telefones (41) 3233-6409 e 3653-3099. O programa "O Caminho para Parar de Fumar" é um produto do Instituto Anauê-Teiño, que está localizado na rua Conselheiro Laurindo, 809, sala 709, em Curitiba.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também