Programa de hidroterapia beneficia gestantes de baixa renda em SP

Programa de hidroterapia beneficia gestantes de baixa renda em SP

Atualizado: Terça-feira, 6 Maio de 2008 as 12

Enquanto o número de cesarianas realizadas nas maternidades brasileiras ultrapassa a recomendação adotada pela Organização Mundial de Saúde, a Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) incentiva e facilita o acesso ao parto normal, por meio de um programa gratuito para gestantes de baixa renda, o Saúde em Movimento.

O programa, que é realizado em parceria com o Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros, localizado na Zona Leste de São Paulo, completa um ano de atividades, com um dos seus principais objetivos cumpridos: o de facilitar o parto normal e proporcionar o bem-estar de mães de baixa renda durante a gravidez com a prática de exercícios terapêuticos.

De acordo com uma das fisioterapeutas que atendem o programa, a professora Maria Elisabete Salina Saldanha, as atividades têm contribuído para que o trabalho de parto seja mais efetivo, rápido e menos doloroso; além de promover uma recuperação mais rápida, aumentar a auto-estima da gestante e proporcionar um bem-estar físico e emocional, tanto para mãe quanto para o bebê.

As sessões de hidroterapia acontecem todas as sextas-feiras, das 10h15 às 11h45 e das 14h30 às 16h00, na clínica de Fisioterapia da Universidade e incluem exercícios fora da piscina, como alongamento, fortalecimento muscular, trabalho respiratório e relaxamento, além dos exercícios realizados na água. "O programa também conta com trabalhos específicos para os grupos musculares mais solicitados durante o parto, como o assoalho pélvico (na região baixa da bacia). O resultado é um parto muito mais rápido e menos doloroso e com menos complicações nessa região", explica Elisabeth.

Esse foi o caso da estudante Bruna Aguiar Bimbatte. Ela foi uma das mães beneficiadas pelo programa e comprova os benefícios da hidroterapia. "Os exercícios ajudaram bastante a combater dores, controlar a ansiedade e me deixar mais relaxada. Na hora do parto foi tudo mais tranqüilo, não senti dor e em apenas 20 minutos nasceu meu filho".

Na clínica de Fisioterapia, as atividades são acompanhadas por uma equipe composta pelos professores da Universidade, João Douglas Gil, Márcia Maria Gimenez, Maria Elisabete Salina Saldanha, Yeda Gabilan e Rosângela Vinhas, além de alunos do programa de atualização profissional e do curso de graduação em Fisioterapia.

As gestantes são selecionadas a partir do quarto mês de gestação, após avaliação clínica e obstétrica realizada pelos médicos pré-natalistas do hospital. A atividade é contra-indicada para as mães que apresentam problemas cardíacos, risco de parto prematuro, sangramento uterino, histórico de abortamento espontâneo, hipertensão arterial e diabetes descontrolados. Os encaminhamentos são feitos pelas fisioterapeutas Maria Elisabete Salina e Márcia Maria Gimenez, com a supervisão do diretor do hospital, Dr. Corintio Mariani Neto.

Serviço

Hidroterapia para gestantes

Quando: todas as sextas-feiras

Horário: das 10:15 às 11:45 h e das 14:30 às 16:00 h

Local: Clínica de Fisioterapia da Universidade Cidade de São Paulo

Postado por: Claudia Moraes

veja também