Proteína extraída da placenta pode recuperar lesão de medula

Proteína extraída da placenta pode recuperar lesão de medula

Atualizado: Quarta-feira, 28 Julho de 2010 as 3:52

Uma proteína chamada laminina polimerizada, presente em tecidos humanos como o da placenta, pode dar esperança a pessoas que sofreram lesões medulares. Pesquisas da Universidade Federal do Rio de Janeiro sobre o assunto demonstraram um efeito anti-inflamatório e regenerativo do composto, o que permitiu a recuperação do movimento de ratos paraplégicos.

A próxima etapa do estudo é partir para pesquisa com pacientes, o que deve demorar pelo menos dois anos.

A laminina polimerizada - ou polilaminina - aparece no sistema nervoso central durante o desenvolvimento embrionário. A equipe conseguiu reproduzi-la. Os ratos sofreram lesão completa da medula, que foi dividida em uma altura em que os animais perderiam os movimentos das patas traseiras. Depois, passaram por testes, nos quais receberam notas de zero a 21, em que zero representa a ausência de movimentos e 21, funções motoras preservadas.

Os animais não tratados passaram, após oito semanas, à escala quatro. Os que receberam a proteína receberam nota nove. A equipe foi surpreendida com o efeito anti-inflamatório: a polilaminina reduziu o edema no local da lesão.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também