Quase 1 milhão de crianças são diagnosticadas por engano nos EUA

Quase 1 milhão de crianças são diagnosticadas por engano nos EUA

Atualizado: Quinta-feira, 19 Agosto de 2010 as 9:32

Quase 1 milhão de crianças americanas em idade pré-escolar foram diagnosticadas por engano com déficit de atenção por hiperatividade (TDAH, na sigla em inglês) e inclusive receberam medicamentos para o problema, quando na verdade os pequenos eram apenas distraídos. De acordo com um estudo feito pela Universidade de Michigan, as prescrições erradas desses remédios representam gastos de R$ 560 milhões a R$ 875 milhões.

A ritalina (methylphenidate) é o medicamento prescrito com maior frequência para controlar esses distúrbios. Observando a diferença de frequência de diagnósticos e prescrições médicas entre as crianças menores e maiores na pré-escola, Todd Elder, autor do estudo, descobriu que os de menor idade tinham 60% mais chances de ter diagnosticado o TDAH.

- Se uma criança não se comporta bem, não está atenta, se não consegue ficar calma, pode ser simplesmente porque tem cinco anos e as outras, seis.

Cerca de 4,5 milhões crianças e jovens com menos de 18 anos são diagnosticados com TDAH nos Estados Unidos.

veja também