Saiba como proteger a saúde nos dias muito quentes

Saiba como proteger a saúde nos dias muito quentes

Atualizado: Domingo, 14 Fevereiro de 2010 as 12

No title O calor não tem dado trégua.

O inconveniente é que os dias quentes podem trazer, além da fadiga, prejuízos à saúde e, em casos extremos, levar à morte.

Entre as reações estão tonturas, mal-estar, desidratação e desmaios. "Em geral, é a vasodilatação que causa o cansaço, as tonturas. Como abaixa o fluxo cerebral, o mecanismo de defesa do corpo é diminuir o ritmo para restaurar o equilíbrio", disse a infectologista Denise Zornoff, professora da Faculdade de Medicina da Universidade Estadual Paulista (Unesp)/Botucatu.

A médica ressaltou que há grupos mais suscetíveis a terem problemas graves no verão (insolação): atletas que se exercitam sob o sol, idosos e crianças. "A reação extrema do corpo é caracterizada por taquicardia, tontura, dificuldade de falar, desmaios e até a morte."

Como, então, evitar essas situações? Em primeiro lugar, tente não sair nos momentos de pico (entre 10h e 16h). Esqueça as roupas escuras e de tecidos sintéticos, preferindo as claras de algodão.

Quanto mais soltas e arejadas forem as peças, melhor. Deixe as janelas abertas e busque sempre lugares ventilados. Quando decidir circular pela rua, aposte em óculos escuros, protetor solar, chapéu ou sombrinha.

Hidratação

Cuidados com a hidratação são fundamentais. A melhor maneira de se cuidar é ingerir água. "A recomendação fica em torno de dois litros de líquido por dia. Em medidas caseiras, seria o equivalente a oito copos. Quatro deles devem ser de água e o restante de outros líquidos", afirmou a nutricionista Alessandra Paula Nunes, professora do curso de nutrição do Centro Universitário São Camilo, de São Paulo. As boas pedidas para os dias quentes são sucos, água de coco, chás claros e leite.

Engana-se quem pensa que apenas líquidos colaboram com a missão de se manter hidratado. Frutas, legumes e verduras também são aliadas dos precavidos, já que apresentam alto teor de água na composição.

Em média, são recomendadas de três a cinco porções diárias. Os apreciadores de bebidas alcoólicas devem reduzir o consumo. É que têm efeito diurético, assim como café, chá-mate e refrigerantes.

Sensação térmica

Tem seguido as dicas à risca, mas o calor o incomoda, principalmente na hora de dormir? A dica mais óbvia de como aliviar a sensação térmica é, sem dúvida, apostar no ventilador ou no ar-condicionado.

No entanto, algumas pessoas não se dão bem com esses aparatos, além de significarem um aumento substancial na conta de luz. "O ar-condicionado resseca o ambiente, podendo causar alergias, faringite, laringite. Se o ambiente estiver muito empoeirado, o ventilador pode levar o pó e incomodar também", disse a médica Denise.

Uma opção, apesar de os dias estarem bem úmidos (afinal, o que não falta é chuva), é colocar balde de água nos quartos com ar-condicionado, que ajuda a não ressecar o ambiente.

Caso isso seja impossível se refrescar nas piscina ou no mar, vele jogar água no corpo, ou pelo menos no rosto de tanto em tanto. Quem quer deixar as janelas abertas à noite, mas esquece a hipótese só de pensar nos pernilongos "atacando", pode providenciar telas contra mosquito, além de repelente no corpo ou inseticidas.

O ideal para ventilar bem o cômodo é deixar tanto portas quanto janelas abertas, para que possa haver deslocamento do ar.

Por Patricia Zwipp

veja também