Saiba o que significa os rótulos das embalagens enlatadas.

Aprenda a identificar embalagem de alimentos

Atualizado: Segunda-feira, 3 Junho de 2013 as 9:14

 

Para facilitar o dia a dia, os alimentos enlatados e congelados são ótimos amigos nessa hora. Mas exige cuidados com a saúde, se consumidos em excesso. Embora práticos e saborosos, escondem alguns perigos. É que eles são resultado de uma série de processos industriais como cozimento, fritura, adição de vitaminas e minerais, salgamento, enlatamento e acondicionamento.
 
Maluh Barciotte, pesquisadora do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da USP, diz que se consumidos em excesso, aumentam o risco de doenças como colesterol, diabetes, pressão alta, obesidade e até alguns tipos de câncer.
 
Veja como equilibrá-los na alimentação e aprenda a identificar o que é conservante, estabilizante, corante, entre outros nos alimentos.
 
 Aprenda a identificar embalagem de alimentosAvaliar a embalagem de um produto é um jeito esperto de saber o que ele contém. Por lei, os rótulos devem mostrar os ingredientes em ordem decrescente de quantidade ? do que tem mais para o que tem menos. ?Alguns bolinhos prontos, por exemplo, têm mais açúcar que farinha. Já imaginou um bolo com mais açúcar que farinha??, alerta a especialista.
 
Conservantes
São usados para aumentar a ?vida útil? do alimento, ou seja, fazer com durem mais e não sejam atacados por algum micro-organismo. Alguns exemplos que você encontra facilmente nos rótulos e são bastante utilizados são ácido benzoico, dióxido de enxofre e nitratos e nitritos.
 
Estabilizantes
Mantêm a aparência e as condições do alimento. Conservam o biscoito crocante, evitam que o bolo seque... Exemplos: carragena, extraída de algas marinhas, goma guar, retirada de um tipo de feijão, e carboximetil celulose sódica (CMC), feita a partir de celulose e monocloroacetato de sódio.
 
Flavorizantes e aromatizantes
Dão a sensação de que o alimento é mais ?gostoso?, intensifcando o sabor e o cheiro. Muito usados em salgadinhos chips, que têm sabores como queijo e churrasco. O realçador de sabor glutamato monossódico é usado na maior parte dos ultraprocessados.
 
Corantes
Dão ou realçam a cor do alimentos como presuntos e balas de goma. ?Muitos corantes usados no Brasil são proibidos em outros países?, diz Maluh. Pesquisas dizem que alguns induzem à hiperatividade infantil, como os corantes amarelos crepúsculo, quinolina e tartrazina.
 
Os periigos que os ultraprocessados escondem
 
- Têm alto poder calórico, mas a energia é zero. Durante o processamento, perdem os nutrientes e mantêm as calorias. ?Por isso, eles não nutrem. O exemplo máximo disso é o refrigerante?, diz Maluh.
 
- Contêm substâncias que deixam nossos sentidos exacerbados e têm sabor artifcial exagerado.
 
- São alimentos altamente disponíveis para consumo. Em geral, vêm embalados em plásticos, caixas, latas ou conservas e estão prontos ou semiprontos para você comer.
 
- Contêm excesso de sal, açúcar, gorduras e substâncias químicas, como conservantes, estabilizantes, favorizantes e corantes.
 
 
Com informações de: M de Mulher

veja também