Saiba quais as frutas que reforçam a imunidade no outono.

Aumente sua imunidade nesta estação

Atualizado: Segunda-feira, 1 Abril de 2013 as 9:40

 

Verão se foi e nem por isso temos que deixar de lado alguns hábitos alimentares, como o consumo de frutas. Nas estações mais frias, as frutas mantem o papel essencial de reforçar a resistência do organismo. “As frutas são indispensáveis na alimentação do dia a dia e uma das principais parte de uma alimentação rica saudável. Seus nutrientes são fundamentais para a saúde”, afirma a nutricionista Valéria Carvalho, da rede Tutti Frutti Frozen Yogurt.
 
As frutas são excelentes para substituir as guloseimas e proporcionar uma vida mais saudável.“Prefira o consumo in natura, para que não haja a perda de nutrientes importantes. Além disso, consuma de três a cinco porções diárias. Excessos sempre devem ser evitados, pois algumas frutas são sim calóricas e gordurosas”, recomenda a nutricionista.
 
FrutasEntre as frutas da estação, a goiaba, por exemplo, além de pouco calórica, tem baixas taxas de açúcar e gordura, é rica fonte de vitaminas A, B1 e C, cálcio, fósforo, ferro e fibras insolúveis – fundamentais para a manutenção da saúde intestinal. Já os gomos de tangerina também trazem boas quantidades de cálcio, fósforo, ferro e de vitaminas A, B e a C, além de ser, assim como a banana, excelente fonte de potássio. O coco é muito nutritivo, tem potássio, fósforo, fibras e, ainda, é altamente energético. Nutritivo e considerado um dos mais potentes calmantes naturais. O maracujá é rico em vitaminas C e do complexo B (B2 e B5), além de ter bastante ferro, cálcio e fósforo. O antisséptico limão também entra na lista com sua riqueza em flavonóides cítricos, como a vitamina C.
 
Uma outra opção que deve-se consumir neste outono é o iogurte, rico em proteína e cálcio e fonte de vitaminas A, do complexo B e zinco. “Esses nutrientes contribuem para a formação ou reparação de tecidos corporais, ossos e dentes, além de fornecerem energia, equilibrarem a flora intestinal, combaterem radicais livres e, também, reforçarem a imunidade. Além disso, é pouco calórico, não prejudicando a dieta”, explica a nutricionista.
 
 
Com informações de: Bolsa de Mulher

veja também