Saiba quais os principais erros de quem sente dor de cabeça.

Erros cometidos sobre dor de cabeça

Atualizado: Quinta-feira, 7 Março de 2013 as 9:55

 

Maus hábitos durante o dia, tendem a atrair uma possível dor de cabeça no final do dia. Algumas pessoas que sintam esse tipo de mal estar, costumam carregar em sua bolsa uma medicamento que alivie a dor. Mas isso não é indicado.
 
As dores de cabeça são decorrentes de outros fatores. De acordo com o neurologista Leandro Teles, “ficar mais de três horas sem comer, esquecer de beber água e dormir menos ou mais horas do que está acostumado são atitudes que podem desencadear o incômodo”.
 
Conheça alguns erros que não devem ocorrer nesse tipo de mal estar.
 
Café
 
Pessoas que tem o hábito de consumir café ou outras bebidas ricas em cafeína, como mate, chá preto e refrigerantes à base de cola, não deve interromper a ingestão. “Isso acontece quando a pessoa consome, regularmente, cerca de 200 mg de cafeína por dia, o equivalente a duas xícaras médias de café. Mas se ela costuma consumir uma quantidade menor, não sentirá dor de cabeça ao se privar da substância”, explica o neurologista Abouch Krymchantowski, especialista em dor de cabeça.
 
Tomar medicamento
 
“O consumo indiscriminado de diferentes tipos de analgésicos pode aumentar a frequência das crises de dor de cabeça. Existem medicamentos que podem prevenir e cortar a dor, mas é preciso procurar um  médico para saber qual o tratamento adequado”, diz o médico.
 
Demora para tomar o medicamento
 
Por outro lado, se o remédio foi prescrito pelo médico para ser consumido nos casos de dor de cabeça, você deve seguir sua orientação. “Algumas pessoas esperam a dor se tornar insuportável para ingerir a medicação prescrita. Esta atitude pode piorar o quadro, já que o início da crise de dor de cabeça responde muito melhor ao uso dos medicamentos”, explica Leandro. 
 
Se acostumar com a dor
 
Para o neurologista Leandro Teles, este é o pior e mais comum erro de quem sente dor de cabeça. “Muitas pessoas desistem de buscar a causa e tratar adequadamente a doença. O risco é alto, já que a dor de cabeça sem tratamento afeta o rendimento no trabalho, traz prejuízos para a vida social e afeta a qualidade de vida do paciente. O resultado é uma pessoa com mau humor constante, casos de depressão, uso indiscriminado de analgésicos e aquela dor diária, que começa logo ao abrir os olhos pela manhã”, finaliza o médico.
 
Atribuir a dor de cabeça a causas equivocadas
 
O diagnóstico correto da dor de cabeça pode sofrer atraso quando a pessoa atribui o problema a causas erradas. “As mais comuns são miopia, pressão alta e sinusite crônica. É comum ver um paciente passar por diversos especialistas até chegar ao neurologista para o tratamento adequado”, finaliza Leandro. 
 
 
Com informações de: GNT

veja também