Saiba qual é a melhor dieta contra o diabetes

Saiba qual é a melhor dieta contra o diabetes

Atualizado: Sexta-feira, 4 Novembro de 2011 as 8:26

Uma dieta saudável é uma das melhores fórmulas para prevenir ou manter estável o diabetes, já que hoje em dia não existe ainda nenhum tratamento para curá-la. A médica Nuria Escoda recomenda algumas dietas alimentares básicas para preveni-lo. Caso o paciente já conviva com a doença, a especialista dá dicas para nos alimentar de uma maneira cuidadosa.

Ao todo, 4 milhões de pessoas morrem por ano devido ao diabetes e os gastos mundiais em cuidados sanitários rondam US$ 400 milhões. Manter uma dieta saudável é uma das melhores maneiras de tratar esta doença.

"Um estudo da Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, constatou como a obesidade pode desencadear doenças metabólicas, como a resistência à insulina e ao diabetes", disse Escoda, especialista em Nutrição com consulta aberta na cidade de Barcelona (Espanha).

A dieta proposta é destinada a adultos que já passaram da fase de crescimento. Não é apta nem para grávidas nem para atletas ou pessoas que praticam esportes com grande frequência.

"O exercício deve fazer parte de nossos hábitos de vida, já que, sem ele, o gasto de energia do organismo diminui menos e não poderemos nos permitir tantos extras na comida", advertiu a especialista.

Como norma geral, esta dieta não deve conter mais de duas frutas e dois lácteos por dia e em forma de iogurte desnatado, "e o queijo deve ser ingerido com muita moderação", preveniu a especialista.

"A bebida oficial desta dieta será a água, mas duas taças de vinho tinto por dia são muito bem-vindas para o coração. Além disso, proponho o chá verde ou branco como alternativa ao café pelo mesmo motivo", enfatizou Escoda.

O molho de salada deve ser feito com azeite de oliva virgem, preferencialmente. Caso não haja disponível, com óleo de semente de primeira pressão, a frio. Como alternativa ao açúcar, aconselha-se adoçante ou aspartame.

"Massas, batatas e arroz devem ser poupados para ocasiões especiais ou para o dia em que vamos praticar esporte", acrescentou.

Uma dieta saudável

A médica Nuria Escoda expôs abaixo uma dieta do tipo saudável, mas lembrou que o ideal é poder adaptá-la a cada indivíduo, em função das características pessoais e dos gostos particulares.

Café da manhã:

- Mini-sanduíche de presunto cru ou peito de peru, com 50 gramas de pão no máximo e 30 gramas no mínimo (com tomate e algumas gotas de azeite de oliva a gosto). - Chá verde ou café.

Lanche da manhã:

- Um iogurte natural desnatado com uma fruta e duas nozes.

Almoço:

- Um prato de salada, com alface, tomate, pepino ou qualquer tipo de hortaliça crua (na quantidade que desejar). - Entre 150 e 200 gramas de frango sem gordura nem pele, carne de coelho, peixe ou marisco. Carne vermelha é permitida uma vez por semana no máximo. - Como acompanhamento, verdura assada, cozida ou creme de verdura sem batata. - Chá verde ou café.

Merenda:

- Um iogurte natural desnatado com uma fruta e duas nozes.

Jantar:

- Um prato pequeno de verdura crua e fresca ou um creme de verdura sem batata, ou ainda, verdura cozida. - 150 gramas de peixe, marisco, frango ou omelete de camarões, cogumelos ou espinafres (nunca de batatas). - Um chá relaxante.

Para o fim de semana, uma boa opção como "prato estrela", que não engorde, seria o peixe assado ou grelhado. Exercício físico, essencial para diabéticos

Sempre vale lembrar que a prática de exercícios regulares é particularmente importante para as pessoas diabéticas, pois ajuda a controlar a glicemia, perder peso e a controlar a hipertensão arterial.

"Os diabéticos que fazem exercícios têm menos probabilidade de sofrer um ataque cardíaco ou um acidente vascular cerebral (AVC) que os que não o fazem regularmente", destacou Escoda.

Em resumo, embora ninguém possa prevenir o diabetes, é possível minimizar os efeitos colaterais com cuidados da saúde e dietas saudáveis, evitando assim as complicações próprias da doença.

"Quero destacar que a nutrição da pele também depende do sistema vascular. Por isso, uma boa circulação sanguínea e uma boa saúde em geral nos darão uma pele mais bonita e saudável", finalizou a médica.

veja também