Saliva bebê pode prever risco de perda auditiva

Saliva bebê pode prever risco de perda auditiva

Atualizado: Sexta-feira, 29 Julho de 2011 as 11:19

Pesquisadores norte-americanos sugerem que a saliva de um recém-nascido é capaz de indicar a infecção por citomegalovírus, uma das principais causas de perda auditiva. Segundo Dr. Pablo Sanchez, pediatra no University of Texas Southwestern Medical Center, nos Estados Unidos, a descoberta é importante porque os bebes mostram poucos sinais clínicos da infecção por esse vírus.

“Bebês com resultado positivo devem ser monitorados para possível perda auditiva e, se necessário, a intervenção apropriada deve ser realizada o mais rapidamente possível", diz Sanchez.

A infecção por citomegalovírus é uma das mais comuns transmitida de mãe para filhos. Os bebês infectados com o vírus no nascimento estão em risco de desenvolver perda auditiva.

O estudo, publicado em uma edição recente do The New England Journal of Medicine, envolveu quase 35 mil crianças de creches e hospitais nos Estados Unidos e durou de junho de 2008 a novembro de 2009.

A maioria das amostras de saliva estudadas foi coletada quando as crianças tinham um dia de vida. Aquelas cujo teste deu positivo para a infecção por citomegalovírus foram incluídas em um programa de acompanhamento para monitorar a audição a cada seis meses até completarem quatro anos.

veja também