Secretaria de Saúde de SP alerta para o uso indiscriminado de paracetamol

Secretaria de Saúde de SP alerta para o uso indiscriminado de paracetamol

Atualizado: Quarta-feira, 13 Janeiro de 2010 as 12

No title O uso do medicamento paracetamol na prevenção da febre após a vacinação de crianças sem histórico de convulsão deve ser evitado. O alerta, feito nesta quarta-feira, 13, pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, se baseia em uma pesquisa internacional que comprovou a interferência da medicação na resposta da vacina na criança.

O estudo foi realizado em 459 crianças saudáveis, com idade entre 9 semanas e 16 semanas que foram separadas em dois grupos. O primeiro recebeu doses do paracetamol como prevenção. Já o segundo grupo não recebeu a medicação.

O estudo confirma que a resposta positiva da vacina em crianças que não receberam a medicação é melhor.

O alerta da pasta é para o uso indiscriminado do medicamento. O paracetamol, no entanto, é recomendado em casos de crianças com histórico de convulsão e com febre superior a 39,5ºC.

veja também