Sedentarismo e má alimentação sobem risco de asma em crianças

Sedentarismo e má alimentação sobem risco de asma em crianças

Atualizado: Terça-feira, 21 Setembro de 2010 as 4:40

Crianças sedentárias e que têm maus hábitos alimentares apresentam mais risco de desenvolver asma ainda que não sejam obesas, revela um estudo da Universidade West Virginia, nos Estados Unidos. Segundo os autores, alterações no metabolismo podem estar associadas à doença na infância.

Os pesquisadores avaliaram dados como índice de massa corporal de cerca de 18 mil crianças com idades entre quatro e doze anos.

Embora a prevalência de asma seja maior entre as obesas, o artigo sugere que mudanças no metabolismo dos triglicérides e da glicose podem aumentar o risco de desenvolvê-la mesmo naquelas que têm peso normal.

A pesquisa foi publicada no "Journal of Respiratory and Critical Care Medicine".

veja também