Segundo diretor, São Paulo registra 90% dos óbitos por gripe suína.

Chega a 90% o número de óbitos por H1N1

Atualizado: Terça-feira, 21 Maio de 2013 as 2:34

 

Foram registradas até agora 55 mortes por gripe H1N1 em São Paulo, 90% de todos os óbitos registrados até agora no País. "Estamos muito preocupados", afirmou o diretor do departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis, Claudio Maierovitch.
 
De acordo com Ministério da Saúde, a epidemia este ano começou mais cedo. Até o dia 12 de maio, foram contabilizados 388 casos da doença em todo Brasil, com 61 mortes. Reuniões de emergência estão sendo realizadas em São Paulo. A ideia é alertar médicos, incluindo os de planos de saúde, e garantir o acesso de pacientes ao Oseltamivir, remédio usado para tratar a doença, nas primeiras 48 horas.
 
Entenda a gripe H1N1
 
É uma doença aguda respiratória altamente contagiosa entre seres humanos, que leva a um quadro de infecção respiratória. Embora ainda não esteja comprovado, acredita-se que o vírus tenha vindo de uma série de mutações originadas em porcos.
 
Sintomas
 
Os sintomas da gripe H1N1 são semelhantes aos causados pelos vírus de outras gripes. No entanto, requer cuidados especiais a pessoa que apresentar febre alta, acima de 38º, 39º, de início repentino, dor muscular, de cabeça, de garganta e nas articulações, irritação nos olhos, tosse, coriza, cansaço e inapetência. Em alguns casos, também podem ocorrer vômitos e diarreia.
 
Vacina
 
A vacina contra a influenza tipo A é feita com o vírus (H1N1) da doença inativo e fracionado. Os efeitos colaterais são insignificantes se comparados com os benefícios quepode trazer na prevenção de uma doença sujeita a complicaçõesgraves em muitos casos.
 
Existe ainda uma vacina com ação trivalente, poisimuniza contra o H1N1e o H3N2 dainfluenza A e contra o da influenza B.
 
É bom lembrar que avacina contra gripe sazonal que está sendo distribuída atualmente no Brasil foi preparada a partir de uma seleção de subtipos de vírus que representavam ameaça antes de aparecer o H1N1, uma variante nova de vírus influenza tipo A.
 
Alerta H1N1Recomendações
 
Para proteger-se contra a infecção ou evitar a transmissão do vírus, o Center Deseases Control (CDC) recomenda:
 
- Lavar frequentemente as mãos com bastante água e sabão ou desinfetá-las com produtos à base de álcool;
 
- Jogar fora os lenços descartáveis usados para cobrir a boca e o nariz, ao tossir ou espirrar;
 
- Evitar aglomerações e o contato com pessoas doentes;
 
- Não levar as mãos aos olhos, boca ou nariz depois de ter tocado em objetos de uso coletivo;
 
- Não compartilhar copos, talheres ou objetos de uso pessoal;
 
- Suspender, na medida do possível, as viagens para os lugares onde haja casos da doença;
 
- Procurar assistência médica se surgirem sintomas que possam ser confundidos com os da infecção pelo vírus da influenza tipo A.
 
 
Com informações de: MSN/Dr. Drauzio Varella

veja também