Sem atingir meta, SP orienta prorrogação da vacinação contra gripe

Sem atingir meta, SP orienta prorrogação da vacinação contra gripe

Atualizado: Sexta-feira, 13 Maio de 2011 as 10:40

A Secretaria de Saúde de São Paulo decidiu orientar os municípios do Estado a prorrogarem a campanha de vacinação contra a gripe, que seria encerrada nesta sexta-feira (13), até o próximo dia 20. Desde o início da campanha, foram imunizadas 3,7 milhões de pessoas. A meta é imunizar 5,5 milhões.

Devem tomar a dose pessoas com 60 anos ou mais, gestantes, crianças entre seis meses e menores de dois anos, profissionais da área da saúde e indígenas.

No Estado de São Paulo, as gestantes são as que menos aderiram à campanha, com apenas 39,3% imunizadas desde o dia 25 de abril, quando começou a vacinação. Esse percentual corresponde a 221,1 mil mulheres.

Ainda segundo balanço da secretaria, 54,9% das pessoas com mais de 60 anos também receberam a dose, o que representa 2,7 milhões de pessoas. Já entre as crianças de seis a 23 semanas, o número de pessoas imunizadas chega a 535,9 mil (59,4% do grupo).

Os postos de saúde ficam abertos das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. Na cidade de São Paulo, também é possível tomar a dose das vacinas no Instituto Pasteur (avenida Paulista, 393) e nos terminais rodoviários do Tietê e da Barra Funda, das 8h às 20h. O hospital estadual Emílio Ribas (avenida Dr. Arnaldo, 156) atende das 7h30 às 18h30.

Pela primeira vez, as doses da campanha sazonal também irão imunizar, neste ano, a população contra a gripe A H1N1. A única contraindicação é para pessoas com alergia a ovo.    

veja também