Sem tensão no trabalho

Sem tensão no trabalho

Atualizado: Terça-feira, 18 Outubro de 2011 as 8:26

Contar até 10 não funciona mais com você. Melhor seria contar até 100. Mesmo assim, você sabe que a tensão do seu dia de trabalho não vai passar. E não passa mesmo. Segundo a nutricionista Ilda Pinheiro, especialista em alimentação funcional, esse método não está com nada. "Aposte no poder dos alimentos".

Para ela, a alimentação é capaz de conter o seu nervosismo, por causa dos nutrientes corretos. "Com a dieta certa é possível melhorar esses sintomas e ainda conseguir ter mais concentração durante o expediente", afirma. De acordo com um estudo inglês, diz a nutricionista, mulheres com alto nível de cortisol, também conhecido como hormônio do estresse, apresentam a tendência de comer mais doces em vez de alimentossaudáveis. "Esses alimentos têm um efeito de bola de neve no organismo", explica Ilda, se referindo aos malefícios de ingerir alimentos com poucas propriedades nutritivas.

Esse efeito pode ser explicado com outro estudo, encabeçado pelo U.K.'s Food and Mood Project, que mostrou que as pessoas que consomem mais açúcar, cafeína, álcool e doce, são mais propensas ao estresse do que aquelas que comem vegetais, frutas e carnes saudáveis. Mas, segundo explica a nutricionista, não se trata apenas de uma questão do que se ingere. "Como e com que frequência também faz toda a diferença", diz ela. "Restringir calorias pode levar à fadiga, depressão, irritabilidade e letargia.

Ilda recomenda comer a cada quatro horas, incluindo os alimentos ricos em proteínas, vitaminas B, antioxidantes, cálcio e outros nutrientes de estresse de combate.

Confira abaixo uma lista de alimentos que irão ajudar você a domar a tensão.

Leite:   O cálcio e magnésio encontrados em queijos e iogurte pode ser calmante, pois os dois minerais ajudam a relaxar as fibras musculares. A gordura em alimentos lácteos também ajuda a saciar. Até um pedaço de queijo ou um pote de iogurte é suficiente para conter o estresse.

Alimentos cítricos:   Acerola, laranja e o limão contêm quantidades elevadas de vitamina C, que está envolvida na produção de adrenalina. A falta de vitamina C pode resultar em fadiga e irritabilidade.

Ervas:   O orégano encabeça a lista de ervas em termos de antioxidantes. O alecrim e o tomilho também são ricos em propriedades benéficas para o organismo. E o melhor de usar temperos é que você não irá abusar do sal.

Carnes:   A proteína na carne vermelha estabiliza o açúcar no sangue e ajuda a afastar a montanha-russa de emoções. O triptofano, aliado às proteínas, é um dos vários motivos pelos quais a carne vermelha auxilia a ficar relaxado diante das causas do stress. A carne ainda é uma boa fonte de vitaminas B, especialmente B6 e B12.

Frutos do mar:   Caranguejo, lagosta e camarão são pobres em calorias e gorduras saturadas. Eles também são saborosos e cheios de proteína de alta qualidade, vitaminas B12 e B6, selênio (antioxidante) e zinco, que ajuda a acelerar o processo metabólico de proteínas.

Espinafre:   Recheado de ferro, uma xícara de espinafre também fornece 40% da nossa necessidade diária de magnésio, um mineral que ajuda a melhorar o estresse. Deficiências podem causar enxaquecas, fadiga e irritabilidade geral.

Grãos Integrais:   Eles agem positivamente na produção de serotonina e tem efeito semelhante aos exercícios físicos e certos antidepressivos. A fibra de cereais integrais também ajuda a regular o açúcar no sangue.

veja também