Seriados médicos na TV trazem maus exemplos éticos

Seriados médicos na TV trazem maus exemplos éticos

Atualizado: Quarta-feira, 31 Março de 2010 as 12

As séries de televisão que dramatizam a rotina de um hospital e a vida de médicos - como as americanas House e Grey’s Anatomy - estão repletas de violações de conduta profissional e questões de bioética, segundo pesquisadores da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

Avaliando 46 episódios das duas séries, os pesquisadores descobriram 179 representações de questões éticas, incluindo a realização de transplante de órgãos sem o consentimento do paciente e o fato de não oferecer informações suficientes para o paciente e sua família, além do uso de procedimentos experimentais - principalmente no seriado House. Dentre os desvios de conduta profissional, os pesquisadores destacaram principalmente a questão sexual no seriado Grey’s Anatomy - com 58 casos de conduta sexual imprópria entre médicos ou enfermeiros, e 27 entre esses profissionais e os pacientes.

"Em quase todos esses incidentes, o médico implicado não é penalizado", destacou o pesquisador Matthew Czarny. Baseado nesses resultados, o especialista quer avaliar, agora, como esses seriados afetam a forma como percebemos a conduta do médico e como nos comportamos em relação a isso. "Pela minha experiência no hospital, as pessoas perguntarão sobre coisas que viram na TV e se aplicariam a suas condições", concluiu.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também