Síndrome da Visão de Computador

Síndrome da Visão de Computador

Atualizado: Quinta-feira, 18 Agosto de 2011 as 2:43

Não tem como escapar: em tempos de web 2.0 e mídias sociais, a internet virou um vício. Muito além de seus inúmeros benefícios, navegar horas a fio, no trabalho, na escola ou mesmo em casa pode causar vários danos a sua saúde, inclusive aos olhos.

A chamada Síndrome da Visão de Computador, ou CVS (da silga em inglês para Computer Vision Syndrome) é o conjunto de problemas oculares relacionados ao tempo em frente à tela da máquina diariamente, cujos sintomas são, entre outros, fadiga ocular, visão embaçada e olho seco. O mal pode atingir de crianças, que passam horas jogando videogame, até adultos, que saem do trabalho, mas não do mundo virtual, checando e-mails e redes sociais em casa.

“São muitos os profissionais e, inclusive, estudantes que passam horas utilizando o computador, olhando diretamente para o monitor em ambientes secos ou com ar-condicionado. Isso os leva a piscar menos e é o ponto de partida de tantos problemas de saúde ocular. Outros fatores que contribuem para a CVS incluem a necessidade de os olhos se moverem em várias posições, ajustar o foco constantemente e fazer movimentos para dentro e para fora – convergência e divergência”, diz o doutor Renato Neves, diretor-presidente do Eye Care Hospital de Olhos, em São Paulo.

Para quem trabalha ou estuda conectado, o médico dá algumas dicas para evitar a CVS. “O ideal é que a pessoa possa manter todo o corpo da forma mais adequada e confortável possível enquanto digita. A dor já é um bom indício de que algo precisa ser alterado. Intervalos para tomar água, café ou conversar com um colega do escritório são bem-vindos, já que dão um break para os olhos também e fazem com que a pessoa volte a piscar normalmente, numa frequência ideal”.

veja também