SP exige atestado para vacinar contra gripe suína

SP exige atestado para vacinar contra gripe suína

Atualizado: Quinta-feira, 13 Maio de 2010 as 2:08

O governo do Estado de São Paulo passou a exigir documentos das pessoas de 20 a 39 anos e dos doentes crônicos interessados em tomar a vacina contra a gripe A (H1N1), popularmente conhecida como suína.

Até agora, a orientação do Ministério da Saúde era que os postos não exigissem documentos que comprovassem que os indivíduos faziam parte do grupo da população que precisa tomar a dose, mas São Paulo decidiu mudar a estratégia nesta semana em razão do estoque de vacinas existentes no momento e do número de pessoas que já se vacinaram.

Para os doentes crônicos, que já atingiram a meta de vacinação no Estado, a ordem é exigir apresentação de atestado ou receita médica de remédios indicados para o tratamento dessas doenças. No caso da população entre 20 e 39 anos, basta um documento que comprove a idade, como o RG.

Na última sexta-feira, dia 7, o Ministério da Saúde prorrogou a vacinação das grávidas até o final da campanha. As gestantes são o grupo com adesão mais baixa e o que sofre mais riscos. Em 2009, a mortalidade em gestantes foi 50% maior que na população geral.

Além disso, as crianças entre seis meses e dois anos precisam tomar a segunda meia dose da vacina, que deve ocorrer 30 dias depois da primeira. Esse intervalo é o tempo necessário para o organismo produzir maior número de anticorpos e garantir maior imunidade contra a doença.

veja também