SP prepara estudo genético inédito sobre emergências cardiovasculares

SP prepara estudo genético inédito sobre emergências cardiovasculares

Atualizado: Segunda-feira, 8 Junho de 2009 as 12

O Estado de São Paulo está preparando o maior estudo genético de emergências cardiovasculares da América Latina. O mapeamento, inédito, será realizado pelo hospital estadual Dante Pazzanese, referência nacional em cardiologia, no segundo semestre deste ano.

Serão monitorados, ao todo, cerca de dois mil pacientes, de ambos os sexos, que derem entrada no pronto-socorro da unidade durante o período de uma semana, com problemas diversos como crise hipertensiva, angina, derrame, parada cardiorespiratória, arritmia e insuficiência cardíaca, entre outros.

No momento do atendimento serão coletadas amostras de sangue dos pacientes, que serão processadas no ambulatório de biologia molecular do Dante. Além de verificar quais genes estão ativados no paciente no momento da crise, será possível identificar eventuais mutações (alterações de cromossomos), o que pode definir o tratamento individualizado, com medicação específica segundo as características genéticas de cada pessoa.

O objetivo é testar cerca de 500 mutações genéticas em cada paciente com crise aguda e, a partir desses registros, personalizar o tratamento. As pessoas participantes do estudo passarão a ser acompanhadas no ambulatório de farmacogenética a ser implantado no Dante.

"Hoje é comum a prescrição de um mesmo medicamento para os pacientes com determinadas cardiopatias, mas uns respondem ao tratamento e outros, não. Isto pode estar ligado a alterações genéticas que pretendemos identificar nesse estudo", afirma o cardiologista Marcelo Sampaio, responsável pela Divisão de Biologia Molecular do Dante Pazzanese.

veja também