SP registra 5,6 mil casos de dengue

SP registra 5,6 mil casos de dengue

Atualizado: Quinta-feira, 25 Novembro de 2010 as 9:18

O número de infecções por dengue na capital paulista neste ano já é o maior dos últimos dez anos. De janeiro a novembro, já foram computados 5.676 casos. O número assusta, especialmente quando comparado aos registros dos anos anteriores.

No ano passado foram 322 pacientes; em 2008, 216; e em 2004, apenas dez, segundo dados da Secretaria Munipal de Saúde. Desde 2000, o dado mais crítico havia sido o de 2007, quando foram notificados 2.624 casos. A alta é de 1,663%, e a situação assusta, mas ainda não é uma epidemia, segundo o Ministério da Saúde.

De acordo com o governo, ocorre uma epidemia quando uma cidade tem 300 casos para cada 100 mil habitantes. Na capital, o registro atual é de 51,6 por 100 mil habitantes. Como o mosquito põe seus ovos em água parada, o quadro pode se agravar nos próximos meses, com a chegada da época de chuvas.

Além disso, uma avaliação que identifica recipientes com larvas do mosquito, realizada em outubro, mostrou que em São Paulo os principais criadouros são pratos e vasos de plantas e caixas d'água. Para evitar o aumento no número de casos, a prefeitura resolveu intensificar as ações de combate à doença. A Semana de Intensificação de Controle da Dengue, que termina amanhã, tem ações de prevenção e orientação.

Segundo a Secretaria da Saúde, agentes estão fazendo vistorias em pontos estratégicos, como borracharias e ferros-velhos, e ações educativas em escolas, igrejas e unidades de saúde. Mas não é apenas no município que o mosquito da dengue vem atacando mais. No Estado, o número de casos teve alta de 1,983%, em relacão a 2009.

Já são 202.312 registros, com 141 mortes. E no país, o número de pacientes passou de 489.819 para 936.260 (aumento de 91,14%), com 592 óbitos.

veja também