Surto de diarreia chega a Mongaguá

Surto de diarreia chega a Mongaguá

Atualizado: Quinta-feira, 13 Janeiro de 2011 as 8:52

O surto de diarreia que acometeu Guarujá e Praia Grande desde o Réveillon chegou a Mongaguá, na mesma região. Ali, já são 384 casos desde o dia 1º de janeiro, duas vezes mais que o índice habitual da cidade. A Prefeitura diz que no verão passado a doença também afetou os turistas.

No caso do Guarujá, para administrar a situação, ontem foi liberado o atendimento para os casos de diarreia nas 14 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e em outras cinco Unidades de Saúde da Família (Usafas). Segundo a Secretaria de Saúde da cidade, normalmente esses locais só recebem pacientes com consultada agendada.

Cerca de 140 pessoas por dia têm procurado médicos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Guarujá, no centro. No verão passado a cidade enfrentou o mesmo surto. Na ocasião, a prefeitura divulgou que o agente causador era o norovírus – transmitido pela água e pela comida.

Além do reforço no atendimento nas unidades de saúde a prefeitura tem usado uma tenda para hidratação dos doentes, que foi montada no lado de fora da UPA.

Dados da Vigilância Sanitária da cidade mostram que a maioria dos casos da doença responde por pessoas que estão hospedadas ou moram nas praias da Enseada e Pitangueiras – e 30% são turistas.

Em Praia Grande, desde o Natal, 320 turistas e moradores com sintomas de diarreia e vômito estiveram nos três prontos-socorros do município. O secretário da saúde, Adriano Springmann Bechara, pede cautela aos turistas antes do consumo de água e alimentos na praia.

veja também