Tai chi chuan diminui sintomas de depressão em idosos

Tai chi chuan diminui sintomas de depressão em idosos

Atualizado: Sexta-feira, 18 Março de 2011 as 8:21

Exercícios semanais de Tai chi chuan, juntamente a remédios para depressão, foram suficientes para idosos que sofrem da doença ter melhoras na memória, cognição e qualidade de vida, quando comparados a outros idosos deprimidos que somente tomavam os remédios. Essa é a constatação de uma pesquisa realizada pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

Os resultados do estudo aparecem na edição atual do American Journal of Geriatric Psychiatry.

O nível de depressão entre cada participante foi avaliado usando uma ferramenta de diagnóstico comum conhecida como Avaliação da Escala de Hamilton para Depressão, que envolve entrevistas individuais. As perguntas foram elaboradas para avaliar a gravidade da depressão. A nota de corte de 10/11 é geralmente considerada adequada para o diagnóstico de depressão.

Os pesquisadores descobriram que entre os participantes do tai chi, 94% conseguiram uma pontuação inferior a 10, com 65% atingindo remissão (escore de 6 ou menos). Em comparação, entre os participantes que receberam a educação em saúde, 77% obtiveram escores de 10 ou menos, com 51% da remissão da doença.

No estudo, 112 adultos de 60 anos ou mais, com depressão, foram tratados com a droga escitalopram, um antidepressivo padrão, por aproximadamente quatro semanas.

Entre os participantes, 73 que apresentaram apenas melhora parcial continuaram a receber a medicação diariamente, mas também foram divididos aleatoriamente em classes de tai chi por duas horas por semana ou em uma aula de educação em saúde para duas horas por semana, durante dez semanas.

Todos os participantes foram avaliados por seus níveis de depressão, ansiedade, resistência, qualidade da saúde, cognição e inflamação do sistema imunitário no início do estudo e, novamente, quatro meses depois.

De acordo com Helen Lavretsky, professora da residência de psiquiatria, este é o

primeiro estudo a demonstrar os benefícios do tai chi no tratamento da depressão de pessoas com idade avançada

- Nós sabemos que quase dois terços dos pacientes idosos que procuram tratamento para sua depressão não obtêm alívio com a medicação prescrita.

Embora ambos os grupos tenham apresentado melhora na severidade da depressão, disse Lavretsky, as maiores reduções foram observadas entre aqueles que participaram das aulas de tai chi, uma forma de exercício que é suave o suficiente para os idosos.

- A depressão pode levar a sérias consequências, incluindo uma maior morbidade, incapacidade, mortalidade e aumento do custo do atendimento. Com o tai chi, nós podemos ser capazes de tratar essas condições, sem expô-los à medicação adicional.

veja também