Ter problemas com a justiça aumenta risco de suicídio

Ter problemas com a justiça aumenta risco de suicídio

Atualizado: Terça-feira, 8 Fevereiro de 2011 as 8:31

Ter tido problemas com a Justiça, independente de resultarem ou não em uma condenação, aumenta o risco de suicídio, segundo um estudo britânico publicado esta segunda-feira (7) nos Estados Unidos.

Entre 1981 e 2006, cientistas examinaram 27.219 mortes por suicídio na Dinamarca e os compararam com um grupo representativo da população de 524.899 pessoas. Em seguida, compararam os dois grupos com os registros judiciais.

"Mais de um terço dos homens que se suicidaram (34,8%) tiveram algum inconveniente com a Justiça contra 24,6% dos homens do grupo de controle, explicaram os cientistas da Universidade de Manchester, no Reino Unido.

Quanto às mulheres, 12,8% das suicidas tinham algum antecedente judicial, enquanto 5,4% das mulheres vivas tinham antecedentes, destacou a equipe chefiada por Roger Webb.

O trabalho foi publicado na versão online dos Arquivos de Psiquiatria Geral, uma das publicações da revista científica Jama (Journal of the American Medical Association).

veja também