Terapia ortomolecular como saída para o estresse

Terapia ortomolecular como saída para o estresse

Atualizado: Sexta-feira, 26 Março de 2010 as 12

A terapia ortomolecular é um tratamento ainda sem reconhecimento científico, mas bastante conhecido entre os brasileiros. Trata-se de um método muito procurado por pessoas que, por conta da correria diária, compromissos ou stress, atingiram algum desequilíbrio que não pode ser corrigido apenas com mudanças de hábitos.

Na maioria dos casos, o desequilíbrio dos metais existentes no organismo é que provocam inúmeros problemas. Seja qual for a queixa do cliente, a terapia ortomolecular rejuvenesce o paciente naturalmente, pois a pele reage instantaneamente às mudanças de alimentação e de alguns hábitos. Por isso, a terapeuta utiliza a técnica também em clientes que querem rejuvenescer e tratar de problemas estéticos como estrias, flacidez, celulite, gordura localizada, entre outros.

A resposta da pele é imediata, já que o desequilíbrio químico, quando tratado, mexe com toda a estética da pessoa e a melhora é perceptível na aparência. A proposta da terapia ortomolecular é trazer para o cotidiano dos clientes uma solução e tornar o que é difícil em algo simples, para promover qualidade de vida ao cliente de acordo com o seu estilo de vida.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também