Trabalhadores com má postura são alvo de dores musculares

Trabalhadores com má postura são alvo de dores musculares

Atualizado: Quarta-feira, 13 Agosto de 2008 as 12

Dores nas costas, dores de cabeça freqüentes e tensão muscular. Os sintomas, comumente associados ao estresse, podem ser um alerta para um problema que acomete um número significativo de pessoas: a postura inadequada no trabalho. Entre os grandes vilões dos problemas posturais, os laptops ocupam posição de destaque. Portáteis como um celular, os computadores são levados para todo o lado e se igualam na praticidade e no desconforto.

Tanto durante a viagem de avião quanto na mesa de trabalho, os pequenos computadores podem levar o indivíduo a adotar uma postura inadequada à região lombar, dando início a um repetitivo e perigoso esforço. Ainda que a educação postural tenha sua fase mais importante na infância, especialistas garantem que cuidados na fase adulta também podem evitar muitas dores.

A ergonomia correta, tais como posição e tamanho da cadeira, da mesa, do computador e do teclado, são algumas das medidas que podem prevenir os defeitos posturais. Segundo a médica Kéti Stylianos Patsis, presidente da Associação Paranaense de Medicina do Trabalho, computadores estimulam naturalmente uma postura encurvada que, unida a uma cadeira inadequada para digitação, sobrecarregam as regiões da nuca e parte alta das costas. "Se a postura for muito ruim pode acarretar também em dor nos ombros", afirma.

Para ela, entretanto, problemas posturais não se restringem ao ambiente de trabalho. "É sempre bom lembrar que a má postura pode ser adotada num sofá ou mesmo na cama, assistindo à televisão ou dormindo sentado, por exemplo, o que também provocará dores", complementa.

A reeducação postural passa pela escolha correta dos equipamentos de trabalho. Além disso, deve estar associada a exercícios como caminhadas, alongamentos, yoga e hidroginástica, pelo menos três vezes por semana.

Além dos exercícios convencionais, algumas dicas podem ajudar o trabalhador a amenizar os efeitos da dor na hora em que ela começa a incomodar. "Adaptar sempre os móveis à altura, mantendo os cotovelos na altura da mesa e, se os pés não alcançarem o chão, colocar um apoio sob eles", aconselha. Relaxar os ombros, fazer pequenos intervalos, permanecer em pé por alguns minutos, dar alguns passos de vez em quando e olhar para objetos mais próximos e mais distantes do que a tela do computador também aliviam a sensação de desconforto e fadiga.

Para garantir o conforto das costas, o encosto da cadeira deve permitir a melhor distribuição do peso corporal e preferencialmente possuir suporte de braços. E como forma de minimizar o esforço de alcance e promover uma posição de ombros confortáveis, a especialista recomenda: "Os objetos muito usados devem ficar ao alcance das mãos, sem que os cotovelos precisem ser estendidos", finaliza.

Postado por: Claudia Moraes

veja também