Trabalhar sentado diminui a expectativa de vida

Trabalhar sentado diminui a expectativa de vida

Atualizado: Terça-feira, 4 Outubro de 2011 as 2:30

Uma má notícia não só para quem é sedentário por natureza, mas aos que trabalham sentados também: uma pesquisa da Universidade de Sydney, na Austrália, concluiu que permanecer sentado por longos períodos de tempo aumenta a chance de morrer cedo. 

O estudo, feito com mais de 200 mil australianos, divulgou que nem os exercícios físicos regulares são suficientes para equilibrar os efeitos de ficar sentado por várias horas seguidas.  

Aqueles que trabalham sentados por mais de 10 horas por dia, por exemplo, têm 48% mais chances de morrer cedo do que os que ficam por menos de 4 horas. 

As pessoas com trabalhos fisicamente mais ativos encaram menos problemas de saúde pela vida do que os acorrentados a cadeiras. Segundo um dos autores da pesquisa, Adrian Bauman, o problema é que a refeição que você acabou de comer é convertida em açúcar; este açúcar deveria ser levado para os músculos e para o fígado, mas quando você está sentado, ele apenas circula, deixando o nível de açúcar no sangue muito alto. 

veja também