Traumas na infância tem 80% de chances antes dos 50

Traumas de infância tem risco de morte antes dos 50

Atualizado: Terça-feira, 10 Setembro de 2013 as 11:30

Um estudo realizado recentemente pelo Instituto Nacional Francês de Saúde e Pesquisas Médicas, em colaboração com a Universidade College London, comprovou que, pessoas que sofreram traumas de infância são mais propensas morrerem antes dos 50 anos do que as que passam de forma tranquila pela fase. As informações foram divulgadas pelo jornal Daily Mail.

O estudo envolveu a comparação de taxas de morte prematura em mais de 15 mil pessoas com as experiências adversas que tiveram nas idades de 7, 11 e 16 anos. 

trauma na infância pode matar na idade adultaEntre os traumas, por exemplo, sofrer negligência, passar pela separação dos pais ou ter um membro da família na prisão. Para as mulheres, a propensão aumentou de acordo com a quantidade de experiências traumáticas. Mulheres que sofreram uma experiência negativa aos 16 anos apresentaram 66% mais chances de morrerem antes dos 50. Já as que passaram por duas ou mais situações mostraram 80% de propensão.

Já os homens que sofreram dois ou mais traumas na infância tiveram 57% mais chances de morrerem antes dos 50 anos. A associação entre o trauma e a morte prematura ainda permaneceu com análise de outros fatores como escolaridade, classe social, uso de álcool e tabaco e problemas psicológicos. Os pesquisadores acreditam que algumas das causas estão relacionadas ao estresse. 

 

 

 

Com informações de: Terra

 

veja também