Três razões para não tirar o peixe do seu cardápio

Três razões para não tirar o peixe do seu cardápio

Atualizado: Segunda-feira, 5 Abril de 2010 as 12

O hábito de consumir peixe deveria ser mais comum entre as pessoas. Entre os vários benefícios separamos três em especial.

Proteja o coração

Se você tem o triglicéride alto, vai a dica: o ômega-3 presente no peixe é uma das melhores formas de diminuir o nível dessas substâncias no organismo. "Para cada porcentagem de aumento no seu nível de triglicéride, o risco de um ataque cardíaco também aumenta", explica Bruce Holub, da Universidade de Ghelph, Canadá. Uma pesquisa feita por Holub demonstrou que 4 g de ômega-2 diariamente, durante um mês, diminuíam em 40% os níveis de triglicéride. (não é ômega-3?)

Diminua o ritmo de envelhecimento

Se algum membro da sua família tem mais de 65 anos, é hora de fazer do peixe um item fixo no cardápio. Pesquisadores que participaram de um estudo em saúde e envelhecimento, coletaram, durante seis anos, informações de mais de 3 mil pessoas com mais de 65 anos.

Os participantes foram testados quanto ao seu nível cognitivo, além de responderem sobre seus hábitos de alimentação, atividade física e saúde em geral. Aqueles que comiam peixe regularmente tinham um declínio 13% menor nas funções cerebrais - o que seria equivalente a dizer que eles eram entre 3 a 4 anos mais jovens – do que aqueles que não comiam peixe. No estudo, o consumo de ômega-3 foi associado à melhora e proteção do cérebro.

Depressão amenizada

O ômega-3 também pode ser o elo perdido da felicidade. Em um estudo publicado no periódico American Journal of Psychiatry, a equipe do pesquisador Andrew Stoll, da Escola de Medicina de Harvard, mostrou que 60% dos indivíduos acompanhados indicaram um maior alívio nos sintomas da depressão após iniciarem uma rotina que incluía refeições preparadas com peixe, além de suplementos ricos em ômega-3.

"Os resultados foram bastante animadores", diz Stoll. "Nossa hipótese é que o ômega-3 ajuda o cérebro a metabolizar de uma forma mais eficaz a serotonina. Os receptores dessa substância no cérebro pareceram funcionar de forma mais eficaz."

Odeio peixe. Eu posso ter benefícios para a saúde sem comê-los?

Infelizmente, não. Peixes são ricos em nutrientes saudáveis como ômega-3, vitamina D, selênio e proteínas. Diversas pesquisas mostram que esses elementos trabalham melhor juntos do que quando ingeridos separadamente. O ômega-3, por exemplo, ajuda na absorção da vitamina D, que é solúvel em gorduras. Mesmo que você opte por cápsulas de óleo de peixe e suplementos de selênio, o que pode permitir que você aproveite alguns benefícios da combinação, você não terá ingerido as proteínas de altíssima qualidade ou as vitaminas e minerais adicionais presentes no peixe in natura.

Se você tem o triglicéride alto, vai a dica: o ômega-3 presente no peixe é uma das melhores formas de diminuir o nível dessas substâncias no organismo. "Para cada porcentagem de aumento no seu nível de triglicéride, o risco de um ataque cardíaco também aumenta", explica Bruce Holub, da Universidade de Ghelph, Canadá. Uma pesquisa feita por Holub demonstrou que 4 g de ômega-2 diariamente, durante um mês, diminuíam em 40% os níveis de triglicéride. (não é ômega-3?)

Diminua o ritmo de envelhecimento

Se algum membro da sua família tem mais de 65 anos, é hora de fazer do peixe um item fixo no cardápio. Pesquisadores que participaram de um estudo em saúde e envelhecimento, coletaram, durante seis anos, informações de mais de 3 mil pessoas com mais de 65 anos.

Os participantes foram testados quanto ao seu nível cognitivo, além de responderem sobre seus hábitos de alimentação, atividade física e saúde em geral. Aqueles que comiam peixe regularmente tinham um declínio 13% menor nas funções cerebrais - o que seria equivalente a dizer que eles eram entre 3 a 4 anos mais jovens - do que aqueles que não comiam peixe. No estudo, o consumo de ômega-3 foi associado à melhora e proteção do cérebro.

Depressão amenizada

O ômega-3 também pode ser o elo perdido da felicidade. Em um estudo publicado no periódico American Journal of Psychiatry, a equipe do pesquisador Andrew Stoll, da Escola de Medicina de Harvard, mostrou que 60% dos indivíduos acompanhados indicaram um maior alívio nos sintomas da depressão após iniciarem uma rotina que incluía refeições preparadas com peixe, além de suplementos ricos em ômega-3.

"Os resultados foram bastante animadores", diz Stoll. "Nossa hipótese é que o ômega-3 ajuda o cérebro a metabolizar de uma forma mais eficaz a serotonina. Os receptores dessa substância no cérebro pareceram funcionar de forma mais eficaz."

Odeio peixe. Eu posso ter benefícios para a saúde sem comê-los?

Infelizmente, não. Peixes são ricos em nutrientes saudáveis como ômega-3, vitamina D, selênio e proteínas. Diversas pesquisas mostram que esses elementos trabalham melhor juntos do que quando ingeridos separadamente. O ômega-3, por exemplo, ajuda na absorção da vitamina D, que é solúvel em gorduras. Mesmo que você opte por cápsulas de óleo de peixe e suplementos de selênio, o que pode permitir que você aproveite alguns benefícios da combinação, você não terá ingerido as proteínas de altíssima qualidade ou as vitaminas e minerais adicionais presentes no peixe in natura.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também