Um novo fôlego para a terceira idade no dia do idoso

Um novo fôlego para a terceira idade no dia do idoso

Atualizado: Terça-feira, 27 Setembro de 2011 as 1:58

Talvez ainda não seja possível evitar o envelhecimento, mas podemos envelhecer com saúde, dignidade e autonomia física e mental. É o que afirma Dr. Mohamad Barakat, nutrólogo, Máster em Ciências Anti-envelhecimento e especialista em metabologia e fisiologia do exercício e fundador do Instituto de Medicina Integrada e especialista em medicina preventiva.

Barakat explica que a palavra-chave é prevenção, assim, escolher o que comer, praticar atividades físicas e trabalhar para eliminar o estresse do dia a dia são medidas simples, mas que garantem chegar aos 60, 70, 80 anos com qualidade de vida.

“A medicina anti-aging atua para que possamos fazer com que essa fase deixe de ser sinônimo de doenças e dependência”, completa o especialista.

A medicina anti-aging entra para detectar, prevenir e equilibrar as pausas do sistema hormonal e nutricional e inclui reposição hormonal por meio de hormônios bioidênticos, dieta alimentar adequada e prática de exercícios. A idade certa para começar a reposição hormonal varia bastante, de acordo com cada indivíduo, já manter uma alimentação adequada e praticar atividades físicas devem ser regra para quem deseja ter uma viver de maneira saudável.

Além disso, o médico destaca que exercícios físicos são importantes ferramentas no tratamento de doenças como osteoporose, osteoartrose e artrite reumatóide e que é notável o aumento da frequência de pessoas com mais de 60 anos nas academias de ginástica nos últimos dez anos.

“Hidroginástica pode ser o suficiente para alguns, mas com acompanhamento profissional, até mesmo a musculação pode ser praticada e com ótimos resultados, já que o fortalecimento da musculatura reduz a sobrecarga na articulação, diminui a dor e recupera a amplitude dos movimentos.”, finaliza Barakat.

veja também