USP desenvolve curativo com bagaço da cana-de-açúcar

USP desenvolve curativo com bagaço da cana-de-açúcar

Atualizado: Quarta-feira, 5 Maio de 2010 as 4:25

Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) estão desenvolvendo um novo curativo feito de bagaço de cana-de-açúcar - um dos mais abundantes resíduos da indústria sucroalcooleira. A fibra é processada para se tornar um tecido que, com o acréscimo de enzimas e fármacos, pode ser empregado em múltiplas aplicações, como tratamento de queimaduras e curativos bucais. A equipe de cientistas é coordenada por Adalberto Pessoa Júnior, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas.

"O produto se mostrou tecnicamente viável. A avaliação econômica caberá à iniciativa privada, caso alguma empresa se interesse em licenciar o processo", explicou Pessoa à Agência Fapesp.

A pesquisa surgiu a partir da iniciativa de Silgia Aparecida da Costa, do curso de Têxtil e Moda da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP. "O objetivo foi aproveitar dois importantes resíduos, o bagaço da cana e a quitosana, substância extraída da carapaça de crustáceos que tem propriedades farmacológicas", diz Silgia.

A quitosana é obtida a partir da quitina, um polissacarídeo formador do esqueleto externo de crustáceos como siris e caranguejos. Tem propriedades fungicidas, bactericidas, cicatrizantes e antialérgicas.

Além da quitosana, Silgia realizou ensaios para imobilizar quatro outras substâncias às fibras de cana: os fármacos comerciais anfotericina B e sulfadiazina e as enzimas bromelina e lisozima – a primeira obtida do talo do abacaxi; a segunda, da clara de ovo.

Curativos na boca e 'roupa antidengue'

Um grupo de pesquisa da Faculdade de Odontologia de Bauru da USP entrou em contato com Pessoa para desenvolver um curativo para a mucosa bucal. "O local é de difícil aderência, por isso vamos testar a fibra para verificar se ela adere ao interior da boca", disse Pessoa Jr.

Silgia, por sua vez, pretende agora iniciar uma pesquisa para incorporar citronela a tecidos de algodão. A substância extraída do capim-limão. Roupas com citronela seriam úteis para afastar insetos como o mosquito da dengue.

veja também